Tite relata conversa com Luis Enrique sobre posicionamento de Neyma

Técnico da seleção afirma que consultou o técnico do Barcelona.

Tite diz passar horas conversando com treinadores pelo mundo em busca de informações sobre seus jogadores. Em entrevista, o técnico da seleção brasileira afirma que consultou o técnico do Barcelona, Luis Enrique, sobre a melhor maneira de aproveitar Neymar em campo.

No papo com o treinador espanhol, Tite chegou à conclusão de que Neymar rende melhor atuando pela esquerda do ataque. Antes de falar com Luis Enrique, Tite havia conversado com outros dois ex-treinadores de Neymar: Dorival Jr e Muricy Ramalho.

Técnico da seleção brasileira afirma que consultou o técnico do Barcelona (Crédito: Lucas Figueiredo/CBF)
Técnico da seleção brasileira afirma que consultou o técnico do Barcelona (Crédito: Lucas Figueiredo/CBF)

"É a real vocação dele [jogar aberto pela esquerda]. Com abertura para, no futuro, ampliar área de ação. Foi assim com Dorival, com Muricy, com quem conversei. E com Luis Enrique também. Ele ali é mortal, sem ter que buscar muito atrás, é decisivo. Em algum momento, com a equipe ajustada, abrir possibilidade de transitar em área maior, inclusive pela direita. É um plano para o futuro. Precisa de um time mais organizado, entrosado. Foi o estágio que o Corinthians chegou, quando venceu e deu espetáculo", disse Tite ao jornal.

O treinador da seleção enfatiza a necessidade de o time aprimorar triangulações no meio-campo, envolvendo os rivais e mantendo o controle de bola. Tite acredita que o Brasil é uma das raras seleções que tem laterais ofensivos (Marcelo e Daniel Alves).

Tite cita modelos de times que servem como referências em seu trabalho.

"Foi vendo as seleções alemã e francesa que me chamou atenção o 4-1-4-1. Como geravam superioridade no meio-campo. E esta é a marca das grandes equipes: Flamengo de 1981, Corinthians-2015, Brasil em 70 e 82".

Fonte: UOL