Torcedor morre durante briga entre torcidas antes de Clássico-Rei

O confronto ocorreu horas antes de a bola rolar na Arena Castelão.

Um torcedor morreu durante um confronto entre torcidas organizadas na tarde do domingo, segundo informou a Polícia Militar. O confronto ocorreu horas antes de a bola rolar na Arena Castelão.

De acordo com a Polícia, o torcedor Julian de Sousa Cavalcante, de 21 anos, levou um tiro nas costas e foi encaminhado para o Hospital Frotinha de Parangaba, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. A vítima era integrante da Torcida Uniformizada do Fortaleza (TUF).

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que não houve registros de uma intervenção policial na confusão onde o torcedor morreu. A secretaria afirmou que vai investigar o crime.

A SSPDS informou, em nota, que durante o jogo foram registrados 13 procedimentos policiais - no evento e em perímetros adjacentes. Dos 13 casos, um homem de 29 anos foi preso em flagrante por porte ilegal de arma e incitação ao crime, além de portar um artefato explosivo. O suspeito ainda possuía um mandado de prisão em aberto por homicídio, além de responder por roubo e tráfico de drogas.

Também foram registrados seis Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs), sendo um por ameaça e cinco por uso de drogas no estádio; e foram lavrados seis Boletins de Ocorrência (BOs), sendo dois por furto, três por extravio de documentos e um pela apreensão de 13 rojões, três sinalizadores e uma bomba de fabricação caseira.

Policiais feridos

Antes do jogo no Castelão, houve um confronto entre torcedores na Bairro Bom Jardim, em Fortaleza. Na ocorrência, um soldado e um sargento da Polícia Militar sofreram ferimentos. Eles foram policiais foram socorridos a unidades de saúde.


Briga entre torcedores (Crédito: G1)
Briga entre torcedores (Crédito: G1)
Fonte: Com informações do Globoesporte.com