Torcedor morto após ser atingido por um vaso sanitário é velado

Torcedor morto após ser atingido por um vaso sanitário é velado

Mãe do torcedor, Joelma Valdevino não consegue segurar a emoção no último adeus.

Familiares e a dor. Após dois dias, a família de Paulo Ricardo, que foi morto ao ser atingido por um vaso sanitário depois da partida entre Santa Cruz e Paraná, na última sexta-feira, enfim, pode se despedir do ente querido. Na manhã deste domingo, o corpo do torcedor está sendo velado na capela cemitério de Santo Amaro, Zona Norte do Recife. O enterro está marcado para as 14h, no cemitério de Santo Amaro.

Sentada ao lado do caixão e vestida com uma jaqueta do Estaleiro Atlântico Sul, onde Paulo Ricardo trabalhava, Joelma Valdevino, a mãe, não consegue segurar a emoção. Com uma camisa do Sport nas mãos, chora a morte do filho.


Torcedor morto após ser atingido por um vaso sanitário é velado no Recife

- Se essa dor fosse só hoje... mas é para sempre. Por que meu filho foi embora?

No início da manhã, só os parentes de Paulo Ricardo estiveram presentes no velório. Preocupados com o estado da mãe da vitima, os familiares pediram para que a imprensa não falasse com dona Joelma Valdevino. Em estado de choque, não para de chorar desde que chegou ao cemitério de Santo Amaro, por volta das 3h - o corpo da vítima chegou por volta das 22h do último sábado.

Fonte: Globo Esporte