Torcida faz oferta de R$ 15 mil para ex-BBB Dicesar receber Ronaldo como drag queen

Torcida faz oferta de R$ 15 mil para ex-BBB Dicesar receber Ronaldo como drag queen

O flamenguista explica que a escolha do maquiador não tem nenhuma maldade.

O polêmico episódio de Ronaldo com três travestis em um motel no Rio de Janeiro, quase dois anos atrás, promete ser bastante lembrado pelos torcedores do Flamengo nas vésperas do duelo com o Corinthians, pelas oitavas de final da Libertadores da América. Ainda revoltados com a mudança do jogador para o time paulista, fãs rubro-negros estão dispostos a pagar R$ 15 mil para que o ex-BBB Dicesar apareça vestido como a drag queen Dimmy Kieer e recepcione o atacante na porta do Maracanã nesta quarta-feira, ao lado de bonecas e transformistas.

O ex-participante do reality show da TV Globo, que inclusive já esteve em contato com Ronaldo quando o corintiano participou do programa, já avisou que topa participar da iniciativa. "Pela brincadeira e pelos R$ 15 mil, eu topo. Por esse dinheiro, até corro pelo campo só de salto alto e peruca, se eles quiserem. Mas também vou precisar de 15 seguranças", brinca o maquiador.

José Carlos Peruano, presidente de uma das organizadas do Flamengo, avisa que, caso o ex-BBB aceite o convite, terá que executar todas as tarefas incluídas no pacote. "Vai ter de comandar as "ronaldetes" na recepção do Ronaldo no aeroporto, ficar no mesmo hotel, e depois comandar a torcida no Maracanã", conta.

O flamenguista explica que a escolha do maquiador não tem nenhuma maldade. "Não estamos fazendo por preconceito, mas pela alegria que ele proporciona nos shows dele. Além do mais, o Ronaldo torcia pelo Dourado, rival dele no programa, o que é mais um ingrediente para que ele aceite", disse o torcedor.

Fã de futebol, Dicesar cita os nomes de quem gostaria de escalar para acompanhá-lo na missão. "Eu chamaria a Rogéria, Roberta Close, Nany People, Léo Áquilla e todos os transformistas artistas", lista o paranaense.

Na noite do último sábado, Ronaldo já pôde sentir o início das provocações que sentirá quando pisar no gramado do Maracanã na próxima quarta-feira. Em evento de moda e música na Fundição Progresso, na Lapa, o camisa 9 levou uma sonora vaia, acompanhada do coro de "Mengo" do público, quando subiu ao palco e foi apresentado pelo cantor Rogério Flausino, da banda Jota Quest.

Provocado, Ronaldo disse que entendeu a reação do público, mas não deixou de provocar os rivais. "Eu entendo. A grande maioria dos cariocas e dos brasileiros é flamenguista. Sei que todos estão ansiosos com o confronto de quarta-feira, Flamengo e Corinthians, na disputa pela Libertadores. Parece que a galera está um pouco assustada", disse o atacante, que, por conta do barulho feito pelos rubro-negros, mal conseguiu ser ouvido.

Apesar do clima de rivalidade, Ronaldo mais uma vez fez questão de reafirmar que mantém um sentimento especial pelo Flamengo. "No fundo, no fundo, também sou flamenguista. Mas no jogo de quarta serei Corinthians", disse, recebendo mais vaias dos torcedores. Na única vez em que enfrentou o Flamengo com a camisa alvinegra, na penúltima rodada do Brasileiro do ano passado, em Campinas, o artilheiro se machucou e saiu de campo logo no início da partida que acabou com vitória por 2 a 0 dos cariocas, que conquistariam o título uma semana depois. Nesta quarta, o goleador vai encarar o time do coração pela primeira vez no Maracanã com a camisa corintiana.

Fonte: Terra, www.terra.com.br