Treinando na prisão, Bruno pensa em se reapresentar ao Fla

Treinando na prisão, Bruno pensa em se reapresentar ao Fla

A direção do Fluminense espera que Bruno consiga aguardar o julgamento em liberdade

Insatisfeito com as suas atuais opções no gol, o Fluminense teria procurado o goleiro Bruno, ex-Flamengo, que está preso, acusado de homicídio. A informação é do colunista Renato Maurício Prado, do jornal O Globo.

Segundo a publicação, o clube tricolor teria procurado pessoas ligadas ao goleiro, que é suspeito de comandar a morte da ex-amante Eliza Samudio. A intenção era fazer uma proposta para uma eventual saída de Bruno da prisão.

Ainda de acordo com o colunista, a direção do Fluminense espera que Bruno consiga aguardar o julgamento em liberdade a partir de junho, quando acertaria com o clube. Na semana passada, o goleiro foi autorizado a treinar com bola no presídio Nelson Hungria, em Contagem (MG), onde está encarcerado.

Renato Maurício Prado ainda deu mais detalhes do caso no Sportv, durante um programa da emissora. Segundo o colunista, o primeiro contato com Bruno teria sido feito ainda no segundo semestre do ano passado.

O responsável seria um dirigente que era da administração de Roberto Horcades e segue na mesma função com Peter Siemsem na presidência. Alcides Antunes, vice-presidente de futebol, e Marcelo Penha, assessor especial da presidência, preenchem os requisitos.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com