"Tricolor está bem servido de goleiros", diz Muricy

Rogério Ceni vai fazer falta ao São Paulo enquanto estiver se recuperando da fratura no tornozelo

Rogério Ceni vai fazer falta ao São Paulo enquanto estiver se recuperando da fratura no tornozelo esquerdo pelo que representa para o clube, admite Muricy Ramalho. Mas o treinador não está preocupado com a proteção da meta tricolor nas partidas. Ele fez questão de ressaltar que o clube conta com ótimos goleiros. Bosco é o novo titular; Dênis, que chegou no início do ano, foi promovido a reserva imediato; e Fabiano, que estava emprestado ao Toledo-PR nos últimos meses, ficou com a terceira vaga.

- Temos grandes goleiros. O Dênis foi uma contratação melhor do que a gente esperava, adaptou-se ao time logo, entrou de cara e foi testado em uma fogueira danada, mostra personalidade. E temos o Bosco que sempre correspondeu quando foi solicitado. Não estamos preocupados em contratar goleiro, nem falamos nisso, só se for um bom negócio que surgir, como foi o caso do Dênis - explicou Muricy.

O comandante voltou a falar da ausência de Ceni e pedir que todos deixem o goleiro descansar e se recuperar adequadamente, sem manter o foco no ídolo. O técnico disse que quando está doente gosta da solidão.

- O que eu acho é que a gente lamenta demais a contusão. O Ceni é um atleta, ídolo, capitão, amigo. Já se falou até demais nisso, e não temos que pensar agora sobre ele não estar no time, e sim que ele precisa repousar e se preparar para recuperar, pois sabemos que ele vai voltar em alguns meses, provavelmente antes do prazo. Temos que deixar ele um pouco em paz. Quando estou doente não gosto que me visitem muito - completou.

O São Paulo entra em campo neste domingo, contra o Corinthians , no Morumbi, às 16h, precisando de uma vitória para se classificar para a final do Paulistão .

Fonte: GloboEspote, www.globoesporte.com