TUF Brasil 2 começa sangrento e com show de nocautes e finalizações

O programa exibido neste domingo já garantiu sete participantes do peso meio-médio para entrarem na casa.

A onda de demissões que atingiu o UFC recentemente parece que afetou até mesmo os lutadores candidatos a uma vaga no reality show TUF Brasil 2, que estreou neste domingo. O programa exibido neste domingo já garantiu sete participantes do peso meio-médio para entrarem na casa.

E logo no primeiro episódio, os lutadores se mostraram bastante dispostos a, de fato, brigar. Um dos combates, aliás, foi bastante sangrento, e teve de ser interrompido pelo árbitro Mário Yamasaki. O lutador, Roberto Corvo, sofreu com um corte bastante grande na testa, fruto de uma cotovelada de Willliam Patolino, e foi impedido de seguir no combate.

Os treinadores, Rodrigo Minotauro e Fabrício Werdum, elogiaram bastante os candidatos ao longo do programa e saíram satisfeitos com grande parte dos combates que viram. Logo de cara, aliás, no primeiro duelo exibido, Pedro Iriê, do Rio de Janeiro, conseguiu um nocaute técnico sobre Wande Lopes. Iriê ganhou elogios de Minotauro: "Nocauteador nato, tem excelente caratê, e é um dos melhores strikers que temos na casa".

No segundo combate, uma luta "antiga". Daniel Oliveira, o Gelo, e Márcio Santos, o Pedra, são rivais antigos da região onde moram, no Rio de Janeiro. Pedra chegou a declarar, inclusive, que para ele o TUF pouco importava, e que a briga era somente com o rival. Focado, Pedra conseguiu fazer seu trabalho bem feito e ganhou com uma finalização por estrangulamento ainda no round inicial.

A terceira luta acabou por decisão médica. No ground and pound, Patolino conseguiu acertar uma cotovelada potente na testa de Roberto Corvo, e o combate foi interrompido. O médico, porém, determinou que não havia condições de ele seguir lutando.

Os três combates posteriores, apesar de bastante movimentados e batalhados, acabaram apenas na decisão dos juízes laterais. Thiago Marreta venceu Gil Freitas; Neilson Gomes superou Felipe Olivieri, e Luiz Besouro ganhou por decisão unânime do ex-detento Robson Ferreira, o Negão.

O último combate da noite voltou a ter uma finalização. No segundo round, Tiago Alves "Unstoppable" encaixou uma kimura em Weguimar Xavier e carimbou seu passaporte para o reality show.

Fonte: UOL