TV MN transmite classico San-São com Robinho

Robinho testa hegemonia em clássicos diante do São Paulo "versão Libertadores"

A estreia de Robinho domina a cena no duelo entre São Paulo e Santos, neste domingo,com transmissão da Band/TV MN na Arena Barueri, às 17h horario de Brasilia 16h de Teresina. O camisa 7 santista teve menos de uma semana de preparação e por isso a condição de reserva para o duelo. Mas com Robinho em campo, a equipe alvinegra se torna muito difícil de ser batida em clássicos.

Pelo Santos, de 2002 a 2005, foram 24 jogos diante dos três grandes clubes paulistas, sendo 15 vitórias, quatro empates e cinco derrotas. Aproveitamento de 68%. Somente contra o São Paulo foram dez jogos, com seis vitórias, um empate e três derrotas.

Se não bastasse a presença de Robinho no banco, o Santos ainda confia no grande momento de Neymar, artilheiro do Campeonato Paulista, com seis gols.

Após seis rodadas, o Santos é o líder da competição, com 13 pontos, e graças, principalmente, ao rendimento da dupla Ganso e Neymar, que marcaram dez dos 15 gols da equipe, o alvinegro tem o melhor ataque do campeonato.

?Com Robinho e Neymar jogando aberto pelas pontas vai ser fácil. É só tocar e correr para área visando complementar para o gol?, vibrou Ganso.

Alheio ao badalado retorno de Robinho, o time do Morumbi não nega já estar com a cabeça voltada para o primeiro jogo da Libertadores, diante do Monterrey-MEX, quarta-feira, no Morumbi.

Terceiro colocado, com 11 pontos, São Paulo, faz um teste de fogo antes da disputa da Libertadores. Ricardo Gomes utilizará neste domingo a mesma formação para o torneio continental. No primeiro teste, diante do São Caetano, na última quarta-feira, também na Arena Barueri, a equipe versão Libertadores foi aprovada.

"Queria preparar o clássico com a cabeça só no clássico. Contra o Santos temos essa desvantagem, e incomoda, sim?, reclamou Ricardo Gomes.

O treinador chegou a cogitar a escalação de uma equipe mista, mas modificou o pensamento às vésperas do jogo na Arena. A preocupação do técnico é a mesma dos jogadores: ganhar moral para o duelo contra o Monterrey.

?Tudo que fazemos reflete no jogo. Se a gente conseguir manter um bom nível no treinamento, fazer um bom jogo contra o Santos, a confiança para a próxima partida será maior? comentou Jorge Wagner.

Fonte: AE/G1