Twitter de Neymar será filtrado por seus assessores

Twitter de Neymar será filtrado por seus assessores

Neymar da Silva diz que filho paga o preço de ser diferente. "Ele é feliz e as pessoas não aguentam"

O Santos está finalizando os contatos para a contratação de um psicólogo que vai atuar no Departamento de Futebol do clube. O nome vem sendo mantido em sigilo. A missão do profissional será orientar o elenco como um todo, mas haverá um trabalho específico com Neymar. No entanto, o prodígio santista já conta com um acompanhamento psicológico há um ano. Não só ele, como seus familiares (pai, mãe e irmã).

- Muita gente não sabe, mas o Neymar já tem um psicólogo. Não só ele, como a família. É que as pessoas falam no assunto e já pensam em loucura, em problema de cabeça. Nada disso. Quer queira, quer não, nós passamos por uma mudança muito grande de vida e esse tipo de conselho, de orientação, é muito importante - afirma o pai do jogador, Neymar da Silva Santos, por telefone.

Neymar da Silva afirma que o acompanhamento psicológico foi fundamental para que o jogador brilhasse com a camisa do Santos, conquistasse títulos e chegasse até a Seleção Brasileira.

- Um garoto de 17 anos só conquista tudo o que o Neymar tem se for bem orientado. Não só pela família, como por profissionais. Nós sempre buscamos cercá-lo de todos os cuidados possíveis.

Sobre a confusão após o jogo contra o Ceará, no último domingo, em Fortaleza, quando o camisa 11 foi tomar satisfações do volante João Marcos e iniciou um tumulto, Neymar da Silva diz que o filho foi provocado durante todo o jogo.

- Ele não reclamou de ser caçado. O Neymar está acostumado a isso. Esse negócio de rodízio de faltas é ruim, mas não é o que incomoda. O problema é que o jogador do Ceará ficou chamando ele de moleque. Poxa, o Neymar também não tem sangue de barata, né? Ele sempre prefere dar a resposta na bola, mas o jogo tinha acabado. Conversamos e eu o orientei a não dar mais ouvidos. Sei que é difícil, mas ele vai aprendendo. Só tem 18 anos...

Neymar afirma que seu filho vem pagando o preço de ser espontâneo, diferente. Por isso, já começou a orientá-lo. O atacante só vai falar em entrevistas coletivas. Respostas padronizadas. O perfil do atacante no Twitter será administrado por um assessor. Não haverá mais desabafos, muito menos discussões públicas.

- O Twitter é uma ferramenta de relacionamento do jogador com os fãs. Mas muitas pessoas maldosas não entendem isso. Então, agora vai ser tudo padronizado. Um Twitter de mentira. Vai haver uma pessoa escrevendo por ele só frases prontas, como acontece com vários outros jogadores. Infelizmente, tem de ser assim - explicou.

O pai do craque diz que o estilo de jogo do filho incomoda. Ele revela que o garoto está chateado com as críticas que tem recebido de quem o considera abusado.

- Sabe o que acontece? O diferente incomoda. Sempre foi assim. Então, tudo mundo joga dando pancada. Quando aparece alguém que vai para cima, dribla, as pessoas estranham. O Neymar joga com felicidade, com alegria. Muita gente não aguenta isso. Então, é muito mais interessante para as pessoas explorar uma imagem de folgado, de marrento, e não de um craque, de um grande jogador. Infelizmente - conclui.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com