UFC paga R$ 7 milhões para Anderson Silva lutar neste sábado (09)

Um valor bem acima do que é pago normalmente.

Considerado por muitos o melhor lutador da história do MMA, Anderson Silva teve dois grandes incentivos para aceitar a missão de substituir Jon Jones na luta contra Daniel Cormier, no UFC 200, a partir das 20h deste sábado — o card principal começa às 23h.

O maior deles, de acordo com fontes ligadas à organização, é a bolsa de aproximadamente R$ 7 milhões, um valor bem acima do que é pago normalmente.

Com o anúncio do doping de Jon Jones na quarta-feira, o UFC teve que agir rapidamente para não perder assinantes do pay per view. Por isso, o Spider foi convocado para integrar o card a dois dias do badalado evento.

“Não estou fazendo isso para provar nada a ninguém, estou fazendo para me testar. O que eu fiz está feito, e ninguém ainda conseguiu fazer igual”, afirmou Anderson Silva, que também foi pego no doping em 2015.

Aos 41 anos e com um retrospecto de 33 vitórias e sete derrotas, o ex-campeão dos médios não esconde que seu desejo é lutar novamente pelo título, algo que manteve por sete anos. Mas seus planos esbarravam em um jejum sem vencer desde 2012.

Anderson Silva (Crédito: Reprodução)
Anderson Silva (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do Jornal Extra