UFC esclarece que Belfort usa testosterona com permissão

UFC esclarece que Belfort usa testosterona com permissão

O comunicado do UFC também fez um esclarecimento sobre os rumores de que Vitor Belfort teria testado positivo nos exames antidoping em SP

O UFC divulgou nesta quarta-feira um comunicado oficial informando que o lutador brasileiro Thiago Tavares foi o único dos 22 lutadores do UFC São Paulo que não passou no exame antidoping. Ele foi flagrado com a substância Drostanolona, um esteroide anabólico proibido, e já foi notificado da punição de nove meses de suspensão.

O comunicado do UFC também fez um esclarecimento sobre os rumores de que Vitor Belfort teria testado positivo nos exames antidoping em São Paulo. A nota revelou que o brasileiro tem permissão para fazer tratamento de reposição de testosterona. Ele venceu Michael Bisping por nocaute na luta principal no Ibirapuera.

?Os testes do lutador Vitor Belfort deram negativo e não indicaram a presença de nenhuma substância proibida para aumento da melhora de performance. Belfort está em terapia de reposição de testosterona (TRT) sob supervisão de um médico do Estado de Nevada (EUA) por ter sido diagnosticado com hipogonadismo. O objetivo da TRT é permitir que o paciente consiga atingir níveis de testosterona normais para um homem adulto?, esclareceu o comunicado.


UFC suspende Tavares por doping em SP e esclarece que Belfort usa testosterona com permissão

Thiago Tavares, à esquerda (Foto: Fernando Donasci)

Thiago Tavares, por sua vez, foi suspenso por nove meses, que serão contabilizados a partir da data do evento. Depois desse período, ele ainda terá que realizar um novo teste e provar que está apto para voltar a competir.

O lutador de Florianópolis foi derrotado pelo russo Khabib Nurmagomedov, por nocaute técnico no primeiro round, na primeira luta do card principal do UFC São Paulo, válida pelos pesos leves. Tavares vinha de duas vitórias seguidas na organização antes de perder no ginásio do Ibirapuera.

Fonte: UOL