Vagner Love defende escalação do Flamengo com 3 atacantes

Joel Santana, no entanto, prepara a equipe para enfrentar o Inter com quatro volantes. Ibson será o armador.

Na estreia do Flamengo no Campeonato Brasileiro, Joel Santana armou o time com três volantes ? Rômulo, Luiz Antonio e Kleberson ? e apenas um armador: Darío Bottinelli. No segundo tempo, com a vitória parcial do Sport por 1 a 0, o técnico decidiu mexer na equipe e lançou Deivid na vaga do meia argentino. A equipe ganhou mais força ofensiva e chegou ao empate com um gol de Vagner Love. O Artilheiro do Amor aprovou o desempenho com a formação com ele, Ronaldinho Gaúcho e o camisa 9, e defende que ela seja mantida.


Vagner Love defende escalação do Flamengo com 3 atacantes

- Com o Deivid, o time melhorou, jogou mais para frente. Ter mais um jogador ali no ataque ajuda bastante. Quando tem mais um ali, as tabelas saem mais, o time ficou mais ofensivo, tivemos oportunidades, ele até deu um passe para mim. Depois, com uma tabela e passe do Kleberson, eu consegui fazer o gol. Quando o Deivid entra, ou outro jogador, o time fica mais expressivo, isso é bom para o Flamengo - analisou Love.

O Artilheiro do Amor não foi o primeiro a comentar a postura tática rubro-negra e a troca de um homem de meio-campo por um atacante. O tema gerou polêmica na rodada de abertura do Brasileirão. Terminado o primeiro tempo da partida, Ronaldinho analisou a equipe em entrevista a emissoras de rádio e disse que a proposta definida era jogar no contra-ataque, mas faltava acertar o último passe. Depois do jogo, Joel foi questionado sobre a opinião do capitão da equipe e deu uma resposta dura.

- Não quero saber de fofoca. Quem tem que comentar a opção tática sou eu. O esquema foi escolhido, nós concordamos. Viemos jogar da maneira que treinamos. Treinamos das duas maneiras. Começamos o jogo de um jeito e terminamos de outro. No segundo tempo, jogamos melhor e poderíamos ter vencido. Não tem essa de que o Ronaldo falou. Quem fala de tática de jogo sou eu, mais ninguém - disse Joel.

O diretor de futebol do clube, Zinho, entrou no circuito, conversou com o treinador e com o capitão e deu o assunto por encerrado.

- Não estão brigados ? afirmou o dirigente.

Neste sábado, contra o Inter, no Engenhão, o time terá mudanças importantes no meio-campo. Airton e Ibson serão titulares ao lado de Luiz Antonio e Kleberson. A tendência é que Deivid fique no banco. Depois de uma semana de treinos táticos, Love espera que o desempenho contra os colorados seja melhor.

- Contra o Sport foi o primeiro jogo, não dá para falar muita coisa. Conseguimos um ponto fora, sempre é importante. Estamos procurando o melhor entrosamento, conversando entre a gente e com a comissão técnica. As coisas vão começar a se acertar. No segundo jogo, teremos um melhor desempenho. Treinamos bastante, trabalhamos, mas ainda falta algo, pois perdemos ritmo de jogo, é isso que falta. Vamos entrar no clima do Campeonato Brasileiro. Vamos dar o que falar e chegar longe no campeonato.

Apesar de reconhecer a força da equipe gaúcha, o Artilheiro do Amor diz que só a vitória pode tratada como um bom resultado.

- Temos que fazer nosso dever de casa, que é somar os três pontos. O empate não é um bom resultado, temos que vencer em casa e somar pontos fora.

Flamengo e Inter se enfrentam neste sábado às 18h30m (de Brasília).

Fonte: Globo