Jogador Vagner Love terá que explicar festa com traficantes na Rocinha

Jogador Vagner Love terá que explicar festa com traficantes na Rocinha

Jogador chegou à Favela da Rocinha sob escolta de dois homens armados e vai ter de prestar depoimento nesta semana

A 15ª Delegacia de Polícia do Rio abriu inquérito para apurar qual a relação do atacante Vagner Love, do Flamengo, com traficantes de drogas da Favela da Rocinha, na zona sul da cidade. No dia 27 de fevereiro, o jogador chegou ao local para participar de uma festa sob escolta de homens armados com fuzis. Ele será convocado pela delegada Bárbara Lomba ainda esta semana para prestar depoimento.

Imagens exibidas pelo Fantástico da TV Globo, no domingo, mostraram o momento em que Vagner Love desceu de um carro preto, importado, e seguiu até a quadra onde houve a festa - o trajeto foi feito em companhia de pelo menos dois traficantes armados.

A polícia trabalha com a hipótese de que Vagner Love possa ter cometido crime de associação com o tráfico. Por isso, vai tentar levantar informações sobre o tratamento recebido pelo atleta no evento - se pagou a entrada e o que consumiu, por exemplo.

O jogador se defendeu ao dizer que tem o direito de ir a qualquer lugar do Rio e afirmou não ter culpa se no baile da Rocinha havia pessoas armadas. Contou que tem amigos e um afilhado na favela, o que, para a polícia, seria mais um motivo para não receber escolta. Love declarou também que foi à Rocinha naquele dia para comemorar a vitória do Flamengo sobre o Macaé, por 4 a 1, pelo Campeonato Carioca - ele fez dois gols na partida.

O Flamengo não quis se pronunciar sobre o caso. De acordo com o chefe da Assessoria de Imprensa do clube, Bernardo Monteiro, "o Flamengo não vai dar importância ao que não tem importância". "Aqui é o Rio de Janeiro, não tem nada demais o que o Vagner Love fez." Ainda segundo o assessor, "tudo o que envolve direta ou indiretamente o Flamengo tende a chamar mais a atenção".

Love esteve ontem na sede da Gávea, ao lado dos demais titulares do Flamengo, para uma conversa com o técnico Andrade.

AS CONFUSÕES DO ARTILHEIRO

2002

O jogador foi flagrado com uma garota no quarto da concentração quando atuava nos juniores do Palmeiras. O caso lhe rendeu o apelido

2005

Já no CSKA e pretendido pelo Palmeiras, Vagner Love apareceu com uma camisa do Corinthians nas mãos alegando que já era jogador do time rival - o que nunca ocorreu

2009

Em sua segunda passagem pelo Palmeiras, o atacante não teve bom rendimento e foi agredido por torcedores quando deixava uma agência bancária

2010

Love, Adriano e dois jogadores do Flamengo foram flagrados por Joana Machado (noiva de Adriano) em um baile funk, no complexo do Alemão, e teve seu carro quebrado por Joana

Fonte: Estadão, www.estadao.com.br