De novo?  Romarinho tenta manter sina contra o rival Palmeiras; veja

De novo? Romarinho tenta manter sina contra o rival Palmeiras; veja

Carrasco alviverde, atacante deve entrar durante o clássico deste domingo. Estatísticas contra o arquirrival o transformaram em xodó da Fiel

Romário Ricardo da Silva, ou simplesmente Romarinho, foi anunciado como reforço do Corinthians no fim de maio de 2012. Contratado do Bragantino, o atacante teve a estreia dos sonhos para qualquer jogador do Timão: marcou os dois gols da vitória de virada por 2 a 1 sobre o arquirrival Palmeiras e caiu nas graças da Fiel em questão de minutos.

Reserva no clássico deste domingo, às 16h (horário de Brasília), na Arena do Timão, o atleta deve ganhar uma chance no segundo tempo para manter a alta média de gols no Dérbi: até agora, ele marcou cinco vezes em quatro partidas.

O primeiro semestre de 2014 foi de recuperação para Romarinho. Após ser alvo de críticas da torcida pela temporada apagada e pela vida noturna agitada no ano anterior, o jogador recuperou a vaga entre os titulares e teve bons momentos no Campeonato Paulista. Chegou à pausa para a Copa do Mundo como titular. Porém, a concorrência no setor ofensivo aumentou: contra o Palmeiras, Ángel Romero será titular ao lado de Paolo Guerrero.

Ciente de que o fator psicológico é importante em jogos como esse, o técnico Mano Menezes já deixou claro que levará em conta o histórico de Romarinho no momento de fazer substituições no clássico. Além da estreia, com dois gols, ele marcou na partida seguinte (vitória do Corinthians por 2 a 0, no segundo turno do Brasileirão de 2012), salvou o Timão da derrota no empate por 2 a 2 pelo Paulistão de 2013 e abriu o placar no 1 a 1 do estadual deste ano. As atuações de Romarinho contra o Palmeiras coincidem com um período da vantagem do Corinthians no retrospecto recente do Dérbi: nos últimos 10 jogos, o Timão venceu cinco, empatou quatro e perdeu apenas um. Em 2011, os alvinegros eliminaram os arquirrivais na semifinal do Paulistão e conquistaram o Campeonato Brasileiro após empate sem gols com o Verdão na última rodada.

Apesar da estatística impressionante, com mais gols do que jogos contra o Palmeiras, Romarinho ainda não está próximo dos maiores artilheiros do clássico. Até hoje, o grande goleador é Cláudio, que passou pelos dois clubes, com 21 gols. Ele é seguido por Baltazar (20 gols), Luizinho (19 gols) e Teleco (15 gols), todos do Corinthians. O primeiro unicamente alviverde a aparecer na lista é Heitor, um dos primeiros ídolos do Palestra Itália, com 14 gols.

Há duas contagens do retrospecto histórico do Dérbi, e o Verdão está à frente do arquirrival em ambas. Em uma, são contabilizados 344 jogos, com 121 vitórias do Palmeiras, 104 empates e 119 vitórias do Corinthians. Em outra, a conta chega a 352 partidas, com 125 vitórias do Palmeiras, 107 empates e 120 vitórias do Timão. A diferença de oito clássicos se dá pelo extinto Torneio Início e da Taça Henrique Mundel.

Fonte: Globo Esporte