Valdivia fecha com empresário de Neymar para deixar Palmeiras; veja

Neste fim de semana, o meia fechou um acordo com Wagner Ribeiro

Há uma boa chance de Valdivia ter feito seu jogo de despedida do Palmeiras no último sábado, diante do Goiás. Neste fim de semana, o meia fechou um acordo com Wagner Ribeiro, empresário que trabalha com Neymar e já esteve ao lado de outros nomes como Robinho e Kaká. Até então, seu irmão e seu pai negociavam por ele.

A intenção é que o agente represente o meia na transação para algum time do futebol europeu que será buscada durante a Copa do Mundo. O meia sabe que dificilmente terá espaço no clube se não quiser reduzir seus vencimentos ou entrar em um contrato de produtividade.


Valdivia fecha com empresário de Neymar para deixar Palmeiras após a Copa

Na reunião que aconteceu no último fim de semana, Wagner admitiu que já havia sondagens ainda antes do acordo feito entre eles. Caso o chileno faça um bom Mundial, as chances de sua saída são ainda maiores.

O vínculo de Valdivia e Palmeiras vence em agosto de 2015. Recentemente, ele admitiu que tinha vontade de voltar a atuar na Europa. A atual diretoria também não fará esforços para que o camisa 10 continue no elenco.

Considerado caro para a nova política financeira do clube, o meia já quase foi colocado à venda por meio de uma procuração. Este mesmo método foi adotado pela atual gestão para tentar vender Wesley. No caso do volante, no entanto, a ação foi feita sem a aceitação do jogador, que já conta com um outro empresário para tratar de seus negócios. Até por isso, houve bastante desgaste na relação entre as partes.

Valdivia já nem treinou pelo Palmeiras nesta segunda-feira. Ele já está no Chile, onde se juntou à delegação comandada por Jorge Sampaoli para a disputa do Mundial. Na sua carreira, ele já atuou na Europa, mas ficou longe de ter sucesso.

No último sábado, após o jogo contra o Goiás, o meia ironizou ao ser questionado sobre as chances de sair do Palmeiras após a Copa. "Espero que seja por uma grana boa, para vocês da imprensa não dizerem que eu causei prejuízo ao Palmeiras".

Fonte: UOL