Valdivia supera caso de sequestro e fica no Palmeiras

O sequestrador, Rogério dos Santos, de 36 anos, foi preso em flagrante pela polícia na noite da última terça-feira

Valdivia fica no Palmeiras e deve enfrentar o Vasco neste domingo, em Barueri, pelo Campeonato Brasileiro. Em reunião na tarde desta sexta-feira com o pai do jogador, o vice-presidente Roberto Frizzo, o gerente de futebol César Sampaio e o diretor jurídico Piraci Oliveira, ficou definido que o Mago será jogador do clube até o fim da Copa do Brasil. Depois disso, novas conversas estão agendadas entre jogador e diretoria.

? A notícia é boa para todo mundo, só isso que posso dizer ? afirmou Piraci Oliveira.

O Mago apareceu no treino coletivo comandado por Luiz Felipe Scolari, foi saudado pelos companheiros e até esboçou sorrisos durante a atividade. Mais calmo depois do sequestro-relâmpago sofrido na semana passada, Valdivia já sinalizava que ficaria no clube. Ele receberá amparo psicológico, mas recusou a necessidade de um segurança particular.

? Apesar de ainda estar bastante abalado emocionalmente, não quero atrapalhar a equipe com essa história de que vou sair ou vou ficar, pelo contrário. Quero ajudar o Palmeiras nesta partida decisiva contra o Grêmio (Copa do Brasil) e também na nossa reação no Campeonato Brasileiro ? disse Valdivia, em entrevista ao site oficial do clube.

O Palmeiras exigia um mínimo de R$ 15 milhões para liberar Valdivia para outro clube, apesar de a multa rescisória chegar aos R$ 100 milhões para o mercado internacional. A prisão do sequestrador e a recepção calorosa nos vestiários do CT foram decisivos para o jogador tentar seguir sua vida no Brasil, mesmo sem a mulher Daniela Aranguiz, que prometeu não sair mais de seu país natal.

O pai de Valdivia acompanhou atentamente todos os passos do filho no treino desta sexta-feira, na Academia de Futebol. Luis Valdivia fez uma garantia: seu filho não vai voltar a jogar no Chile, pelo menos neste momento. O Colo Colo, clube que revelou o Mago, demonstrou interesse em repatriar o ídolo por empréstimo. Os chilenos não chegaram a apresentar proposta ao Palmeiras, e o próprio Luis Valdivia rechaça a ideia por conta das questões financeiras.

? O interesse do Colo Colo existe, mas não vai se concretizar. O Chile não consegue pagar salários no padrão do Brasil ? avisou o pai do Mago.

Luis Valdivia descartou qualquer influência no futuro do filho. Ele desembarcou no Brasil apenas para conversar com a diretoria palmeirense e definir o que for melhor para o Mago. A decisão ficou exclusivamente nas mãos do camisa 10 do Palmeiras.

- Depende do que ele quer, mas a permanência no clube é uma realidade.

Entenda o caso

No último dia 7, por volta das 23h, Valdivia e sua esposa, Daniela, foram abordados pelo criminoso em uma locadora de vídeos na Zona Oeste de São Paulo e mantidos por quase duas horas sob a mira do revólver. Foram levados para alguns caixas eletrônicos e, depois, para uma loja de autopeças. O casal foi liberado na Avenida Marquês de São Vicente, próximo ao CT do Verdão. Após o trauma, Valdivia foi para o Chile com a esposa.

O sequestrador, Rogério dos Santos, de 36 anos, foi preso em flagrante pela polícia na noite da última terça-feira, na Zona Norte da capital paulista, enquanto participava de um roubo. Levado ao 72º Distrito Policial, foi identificado como foragido da Justiça e, por causa das imagens em vídeo do caso com o jogador, acabou sendo reconhecido também como autor do crime contra o jogador da semana passada.

O assaltante, então, foi levado para o 27º DP, em Perdizes, onde o sequestro-relâmpago foi registrado. Chamado nesta quarta-feira pela manhã, Valdivia foi à delegacia, conversou com os policiais, viu fotos, imagens e reconheceu o sequestrador. A Polícia, então, considerou o caso esclarecido.


Valdivia supera caso de sequestro e fica no Palmeiras

Fonte: Globo Esporte