Vasco arranca empate contra o Atlético-MG

Vasco arranca empate contra o Atlético-MG

O duelo no Estádio São Januário foi marcado por polêmicas da arbitragem

O Atlético-MG empatou neste domingo com o Vasco por 1 a 1 e perdeu a vice-liderança da Série A do Campeonato Brasileiro. O Grêmio derrotou o São Paulo de virada (2 a 1) e assumiu o posto.

O duelo no Estádio São Januário foi marcado por polêmicas da arbitragem. No primeiro tempo, o juiz Elmo Resende Alves Cunha anulou um gol do Vasco por Wendel pedir para que Felipe saísse da jogada. Na sequência, o apitador assinalou um pênalti discutível para o Atlético-MG.

Com o resultado, o clube mineiro foi a 65 pontos, sendo ultrapassado por um pelo Grêmio. No próximo domingo, o Atlético-MG receberá o já rebaixado Atlético-GO. No mesmo dia, a equipe gaúcha visitará a ameaçada Portuguesa.

Precisando da vitória, o Atlético-MG criou a primeira chance da partida. Aos 5min, Ronaldinho bateu falta com efeito e obrigou Fernando Prass espalmar para frente. O Vasco, sob o comando do interino Gaúcho, reagiu aos 19min. E balançou a rede.

Alecsandro cruzou, Felipe saiu do lance e Wendel emendou para o gol. O juiz Elmo Resende Alves Cunha, no entanto, anulou. Para o árbitro, o volante cometeu falta técnica por pedir a bola. Na regra, a conduta antidesportiva ocorre apenas quando um atleta tenta ludibriar um adversário.

Os mineiros não se intimidaram e abriram o placar aos 26min. Escudero carregou e, após receber um leve toque de Douglas, se jogou. Pênalti. Ronaldinho converteu e animou os torcedores atleticanos. O primeiro tempo, porém, não terminou tão bem para a equipe visitante. Aos 40min, o volante Serginho (que já tinha amarelo) foi expulso depois de entrada forte em Juninho.

O Vasco fez valer a superioridade numérica na etapa final. Aos 10min, Felipe acionou Alecsandro dentro da área. O atacante girou e igualou. Aos 20min, os cariocas chegaram novamente, mas Max parou em Victor.

O Atlético-MG, do técnico Cuca, melhorou na parte final do confronto. Aos 245min, Guilherme fez ótima jogada individual, mas na hora de concluir tentou encobrir Prass. Aos 27min, o zagueiro Réver bateu colocado na entrada da área e quase marcou. E, por fim, aos 46min, Prass defendeu outra cabeça de Réver.

O jogo foi dramático até o apito final. E, apesar das chances criadas por ambos os lados, o resultado não saiu do empate.

Fonte: Terra