Vitor Belfort quer revanche contra Chris Weidman

Vitor Belfort não perdia uma luta desde 2012

Image title

Belfort não perdia uma luta desde 2012. Muitos criticaram o lutador nas redes sociais. Sem citar nomes, Vitor Belfort classificou os críticos como "vozes do deserto”.

“Quando a luta foi pro chão, houve erros técnicos, mas não consegui mexer. Sentia dor no meu ombro e ele é um cara muito bom, conseguiu me dominar e eu não consegui virar com meus dois ombros no chão, não consegui repor a guarda. Houve erro técnico. Agora, questionar tira o mérito do Weidman. Sei que às vezes as pessoas fazem uma crítica que a gente não tem que ligar mesmo, são as vozes do deserto que a gente não pode ouvir. Sei tudo que fiz de errado, ninguém precisa me avisar o que foi. Sei tudo o que aconteceu” respondeu.

O brasileiro também lembrou a frustração que sentiu após a luta ao cogitar uma aposentadoria, mas descartou a ideia. Belfort agradeceu o carinhos dos fãs ao retornar para o Brasil.


“Sou movido a amor. Se eu tenho amor para fazer algo, se tenho confiança, se sei que posso, querer eu quero. Agora é o próximo passo, que é aguardar, esperar. Ver com o UFC, junto com meu escritório, as decisões em comum acordo. Hoje luto não porque preciso, mas porque amo. Luto porque gosto. Ver os fãs falando pra não parar, que eu os motivo, mudo a vida deles. É bacana ver algo além da performance. É bom saber que quando perco, em Las Vegas, nos Estados Unidos, a plateia era a meu favor (...) Agora, pensando melhor, não penso nisso (aposentadoria)” revelou Vitor Belfort.

Fonte: SportTV