Volante do Náutico ganha processo contra empresa que produz o Fifa

Jogador cobra direitos de imagem

O volante Ygor, do Náutico, ganhou em primeira instância processo contra a E.A. Sports Electronic Arts Ltda, que produz as franquias Fifa Soccer e Fifa Manager. A sentença diz que o atleta deve ser indenizado em R$ 50 mil, por uso não autorizado de sua imagem nos jogos eletrônicos.

A Electronic Arts ainda deverá entrar com recurso para tentar reverter a decisão. A defesa do jogador, por sua vez, também entrará com recurso para aumentar o valor da indenização, já que o valor pleiteado inicialmente era de R$ 200 mil.

Já passam de 50 os jogadores de futebol que estão processando na Justiça brasileira a Electronic Arts, mas a sentença favorável a Ygor foi a primeira decisão da Justiça em casos do tipo - o que abre um importante precedente para os demais.

A empresa de games afirma, em sua defesa, ter contratos com a Fifpro (Federação Internacional de Futebolistas Profissionais) que asseguram a cessão do direito de imagem de jogadores de diversos países, incluindo do Brasil, pelo período de novembro de 2003 a dezembro de 2015.

Dentre os jogadores mais conhecidos do futebol brasileiro que entraram com ações contra a Electronic Arts estão o atacante Wellington Paulista, o lateral Apodi, o volante Fellipe Bastos e o goleiro Vanderlei. 

Fonte: Com informações do Uol