Vôlei: Brasil vence o Japão e garante vaga em Londres-2012

Vôlei: Brasil vence o Japão e garante vaga em Londres-2012

E em sets direto (25-21, 25-19 e 25-22) o Brasil venceu fechando sua irregular participação com o terceiro lugar.

O Brasil entrou em quadra na manhã deste domingo, noite no Japão, já sabendo o que era preciso para garantir sua vaga nos Jogos Olímpicos. Com a vitória da Itália, mais cedo, sobre o Irã por 3 sets a 1, uma vitória por 3 sets a 0 ou 3 sets a 1 sobre os donos da casa era o necessário para os comandados de Bernardinho carimbarem o passaporte para Londres-2012. E em sets direto (25-21, 25-19 e 25-22) o Brasil venceu fechando sua irregular participação com o terceiro lugar. Rússia e Polônia já estavam classificadas.

O jogo começou equilibrado. Apoiado pela torcida que lotou o ginásio Yoyogi, o Japão, mesmo desclassificado dificultou a partida. Após a ótima atuação contra a Polônia, Bruno foi titular no lugar do "japa" Marlon. Até o primeiro tempo técnico, a vantagem do Brasil era de apenas um ponto. Mas aos poucos o Brasil acertou o saque e tomou conta da partida. Leandro Vissotto novamente era o destaque nos ataques e no segundo tempo técnico o Brasil vencia por 16-12. Coube então administrar a vantagem e com um ataque de Giba na diagonal o Brasil fechou o primeiro set em 25-21.

A irregularidade que marcou o Brasil no torneio voltou a aparecer no segundo set. Forçando o saque a seleção da casa chegou ao primeiro técnico com 8-6 de vantagem. Leandro Vissotto, que vinha sumido no segundo set, virou duas bolas seguidas e o Brasil com um bloqueio triplo empatou em 9-9. Mas errando muito e parando no baixo, mas técnico, bloqueio japonês, o Brasil viu o Japão abrir vantagem e chegar ao segundo tempo técnico com 16-11. Após a parada o Brasil reagiu. Marlon entrou em quadra e Giba, assumindo a responsabilidade, virou bolas importantes e realizou defesas espetaculares. Com um ataque de Théo, o Brasil empatou em 19-19 e virou com um saque de Giba. Desorientado em quadra, o Japão passou a errar e o Brasil fez seis pontos seguidos fechando o set novamente com Giba.

No terceiro set o Brasil fez o necessário para fechar a partida. Após abrir vantagem e chegar ao primeiro tempo técnico vencendo por 8-5, os comandados de Bernardinho apenas administraram a vantagem. Mesmo assim o Japão dificultava, principalmente com Shimizu, maior pontuador japonês com 15 pontos. O Japão chegou a diminuir a desvantagem para apenas um ponto mas com um bloqueio de Leandro Vissotto após espetacular rally o Brasil chegou ao segundo tempo técnico vencendo por 16-14. Ponto a ponto a partida seguiu equilibrada mas sem o Japão ameaçar o Brasil. E com Lucão o Brasil fechou o set em 25-22, a partida em 3 sets a 0 garantindo enfim a sofrida vaga para Londres-2012.

O Brasil iniciou a partida com Bruno, Sidão, Leandro Vissotto, Giba, Murilo, Lucão além do líbero Serginho. Théo e Marlon também entraram em quadra.

Na primeira partida do dia, Rússia e Polônia fizeram a "final" do torneio. E numa partida muito equilibrada os russos bateram os poloneses no tie-break (25-22, 23-25, 25-22, 17-25, 17-15) fechando a participação com 10 vitórias e apenas uma derrota, justamente para a seleção brasileira. Foi o sexto título da Rússia na Copa do Mundo (quatro como URSS), que curiosamente entrou como convidada no torneio.

Fonte: UOL