Wolfsburg e Grafite fazem festa na Alemanha

O Wolfsburg terminou a competição com 69 pontos em 34 rodadas

Em grande estilo, a agonia da torcida do Wolfsburg acabou neste sábado. Sem nenhum título desde a sua fundação, em 1945, o clube conquistou o Campeonato Alemão goleando. Com direito a dois gols de Grafite, que igualou o recorde de Aílton como maior artilheiro estrangeiro em uma edição do torneio, o time venceu o Werder Bremen por 5 a 1, em casa, pela última rodada, e o capitão Josué levantou o Meisterschale, o prato de 11 quilos dado aos vencedores da Bundesliga como troféu.

O Wolfsburg terminou a competição com 69 pontos em 34 rodadas. O vice-campeão é o Bayern de Munique, que bateu o Stuttgart por 2 a 1 (gols de Ribéry e Van Bommel, e Mario Gómez), em casa, e chegou aos 67. O Stuttgart ficou em terceiro, com 64. Os três representarão a Alemanha na próxima Liga dos Campeões.

O artilheiro da Bundesliga foi Grafite, que balançou a rede 28 vezes e empatou o recorde de Aílton (2003/2004), ex-Werder, como estrangeiro com maior número de tentos em uma edição do Alemão. O vice-artilheiro também é do Wolfsburg: Dzeko, com 26. Antes da partida, Aílton havia prometido dar um cavalo e uma vaca a Grafite, caso o ex-são-paulino alcançasse sua marca. A promessa vai ter que ser cumprida. Apesar da boa fase, o atacante ficou fora da lista de Dunga para defender a seleção brasileira contra Uruguai e Paraguai e na Copa das Confederações. O volante Josué está convocado.

O técnico Felix Magath, que deixará a equipe para assumir o Schalke na próxima temporada, chegou ao seu terceiro título nacional (2004/2005, 2005/2006 e 2008/2009).

O máximo que o Wolfsburg havia conseguido no futebol alemão era um segundo lugar na Copa da Alemanha, em 1995, quando perdeu para o Borussia Mönchengladbach. A equipe precisava de apenas um empate com o Werder para garantir o Meisterschale, mas partiu para cima.

O time de Magath começou o jogo pressionando e abriu o placar logo com seis minutos. A zaga do Werder saiu jogando errado, Hasebe robou a bola e cruzou na área para Misimovic, que chutou com força, sem defesa para Tim Wiese: 1 a 0.

Oito minuto depois, Gentner criou jogada pela esquerda e cruzou para Grafite, o brasileiro se antecipou à defesa e bateu de pé direito, tirando do goleiro do Werder. Aos 25, o ex-são-paulino foi fundamental no terceiro gol: após lançamento de Misimovic, o artilheiro driblou Naldo, invadiu a área e cruzou, o zagueiro Prödl foi tentar cortar e acabou fazendo contra. Placar: 3 a 0 para o Wolfsburg.

Com o título na mão, o time de Magath diminiu o ritmo e ainda viu o meia Diego, que está perto de trocar o Werder pelo Juventus, descontar com um belo gol, aos 30. O brasileiro tabelou com Pizarro, entrou na área com habilidade e tocou na saída de Benaglio.

No segundo tempo, Grafite fez o seu segundo, o quarto dos Lobos, aos 11: após cobrança de falta da direita, o brasileiro subiu e tocou de cabeça. Aos 29 , Dzeko recebeu na área, nas costas de Naldo, e completou de pé direito. A dupla de ataque do Wolfsburg chegou a 54 gols no campeonato e bateu o recorde de 53 gols marcados por Gerd Muller e Uli Hoennes pelo Bayern na temporada 1972/1973.

Karlsruhe e Arminia rebaixados

Festa para o Wolfsburg, tristeza para outros. O Karlsruhe venceu o Hertha Berlin por 4 a 0, mas não conseguiu evitar o rebaixamento e terminou a Bundesliga em no penúltimo lugar, com 29 pontos. O lanterna Arminia Bielefeld ficou no 1 a 1 com o Hannover e caiu com 28 pontos.

Em 16º lugar, o Energie Cottbus venceu o Bayer Leverkusen por 3 a 0 e chegou aos 30 pontos. Assim, terá que encarar o terceiro colocado da Segunda Divisão para decidir quem disputará a Bundesliga em 2009/2010.

Hertha Berlin e Hamburgo entrarão na Liga da Europa, torneio que substituirá a Copa da Uefa na próxima temporada. O time da capital ficou em quarto, com 63 pontos. Já a equipe de Alex Silva venceu o Eintracht Frankfurt por 3 a 2, com gol de Trochowski aos 46 do segundo tempo e chegou aos 61 pontos, em quinto.

Fonte: Globo Esporte