Com chopes e musas ao lado, Zagallo vira rei do camarote: "não estou morto"

Sem meias palavras, ele admitiu não ter economizado na dose de chopp. E nem nas olhadas para as musas presentes.

Quem disse que Zagallo não aguenta o pique de uma noite de desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro? Mais do que suportar a maratona, o ex-técnico da seleção brasileira mostrou disposição de sobra aos 82 anos para ser o verdadeiro "rei do camarote" em um dos espaços mais badalados da Marquês de Sapucaí.

Na noite do último sábado, superando até mesmo as expectativas de organizadores e familiares, o "Velho Lobo" chegou ao local por volta de 20h30 e só saiu depois das 5h da manhã. E as motivações e preferências de Zagallo eram bem claras: cervejas e mulheres.

Sem meias palavras, ele admitiu não ter economizado na dose de chopp. E nem nas olhadas para as musas presentes.

"Olha, vou ser bem sincero: tem duas festas no ano que eu não me poupo e capricho no chope: Carnaval e Reveillón. Bebo mesmo, sem peso na consciência. Faz bem. Fico tão animado que bebo até uma caipirinha, se tiver", disse Zagallo.

"É uma sensação muito boa. O velho tem que aproveitar, né?! [risos]. E olho para todas [as mulheres] mesmo. Não estou morto", brincou o ex-treinador, jogador e coordenador técnico da seleção, que não sentou em nenhum momento e surpreendeu a todos.

"Ele está nos dando uma canseira. Mandaram eu acompanhá-lo e estava crente que sairia cedo. Pelo visto, não vou largar tão cedo", disse um dos seguranças que o acompanhava,

Entre um gole de chopp e abraços e risadas com a apresentadora Sabrina Sato, ele se entusiasmava.

"Isso aqui é bom demais. O Brasil tem as mulheres mais lindas do mundo. E a Sapucaí reúne o que há de melhor. Estou encantado. É desfile bonito, gente bonita. Tudo de bom".

E não eram apenas as preferências nacionais que mantinham Zagallo "ligado" nos desfiles. A tietagem recebida durante toda a festa fizeram o "Velho Lobo" não arredar pé do camarote antes do dia clarear.

"Esse carinho também me fascina. Todo mundo vem aqui, pede para tirar uma foto, me dá uma palavra de carinho... Eu me emociono bastante. Essa energia também me anima a ficar aqui a madrugada inteira. Estou com 82 anos, mas vendendo saúde. Só vou embora quando acabar, ou então quando o pessoal da minha família quiser. E não posso deixar de ver o meu Salgueiro [penúltima escola a desfilar]", encerrou o convidado mais animado do "cercadinho Vip" do camarote.

Ao lado de Zagallo, o técnico da seleção, Luiz Felipe Scolari, o ator Marcos Pasquim, a atriz Suzana Vieira e outras celebridades curtiram a última noite de Carnaval na Marquês de Sapucaí.





Fonte: UOL