Zinho: ‘Só vou ficar tranquilo quando vir o Adriano num jogo’

Feliz pelo início dos treinos do Imperador com grupo do Flamengo, diretor diz que caso ainda inspira cuidados: ‘Está muito no início’.

Zinho está feliz com Adriano, mas ainda tem um pé atrás. Os deslizes cometidos pelo atacante desde o retorno ao Flamengo não permitem ao diretor de futebol relaxar. O dirigente ficou satisfeito com o primeiro coletivo do camisa 10 com o grupo, nesta sexta-feira, mas diz que ainda é cedo para comemorar. Não faz nem uma semana que Zinho se reuniu com Adriano e o viu ?confuso e perturbado?.


Zinho: ?Só vou ficar tranquilo quando vir o Adriano num jogo?

Na última segunda-feira, eles conversaram no Ninho do Urubu sobre a falta do Imperador aos treinos de sábado e domingo. O jogador chegou a pedir um tempo para pensar se abandonaria a carreira, fez Zinho temer por seu futuro, mas resolveu continuar.

O diretor de futebol estabeleceu condições para que Adriano ficasse no clube: não faltar mais e aceitar ajuda psicológica. Além disso, o contratro de direitos de imagem foi suspenso por tempo indeterminado. Zinho tem evitado falar sobre os erros do atacante. Prefere olhar para frente e tenta imaginar o jogador recuperado.

- Só vou ficar totalmente tranquilo e confortável com essa situação quando eu vir o Adriano num jogo, na conduta normal de atleta. Vem, treina, concentra, joga. Ele bem, ele sem problemas. Está muito no início ? disse.

Adriano já tem em mãos o telefone do psicólogo indicado pelo médico do clube José Luiz Runco. O jogador assumiu o compromisso de procurar o profissional, mas este é outro assunto que o Flamengo quer tentar conduzir de maneira discreta.

- Se ele infelizmente cometer um erro, aí vocês (jornalistas) têm que bater. De agora em diante, peço um pouco mais de moral, de motivação, mas não deixou de ser uma exigência do clube.

Segundo o diretor de futebol, o fato de Adriano treinar com o grupo não representa um retorno próximo aos jogos. Ele ainda precisa perder peso, entrar em forma e ganhar ritmo de jogo.

- O Dorival é um cara muito profissional. Não vai levar o Adriano para um jogo só porque é o Adriano. Ele tem que ter uma condição para pelo menos ficar no banco.

Fonte: Globo