135 mil animais recebem imunização contra raiva em Teresina

Os vírus atacam as glândulas salivares

A Fundação Municipal de Saúde (FMS), por meio do Centro de Zoonoses, realizou ontem (12) a abertura oficial da campanha de vacinação antirrábica na cidade de Teresina. Foram montados 367 postos de vacinação espalhados por toda a cidade, com o objetivo de imunizar 135 mil cães e gatos contra a raiva gratuitamente.

A raiva é uma doença infecciosa que atinge apenas mamíferos, atacando os nervos periféricos e depois o sistema nervoso central. Com o avanço da doença, os vírus atacam as glândulas salivares, daí o fato de os animais produzirem bastante saliva quando são acometidos pela doença.

A diretora de vigilância em saúde da FMS, Amarilis Borba, explica que a transmissão da doença ocorre através do contato da saliva dos animais infectados com feridas ou mucosas, geralmente através de mordidas. “A raiva é uma doença que não tem tratamento nem para os seres humanos e nem para os animais. Por isso, a FMS está empenhada em fazer o controle da doença para evitar a contaminação”, conta.

Embora Teresina não registre nenhum caso de raiva em seres humanos desde 1986 e em animais desde 2011, o vírus ainda está circulando entre animais selvagens e de rua. Dessa forma, a campanha é estendida à zona urbana e também rural para que nenhum animal seja contaminado.

“O último caso que tivemos em um cachorro em Teresina veio do interior do Piauí. Então nós percebemos que o vírus ainda circula pelo estado e a campanha vem para reforçar esse combate. Os donos de cães e gatos que não puderam vacinar seus bichos de estimação no Dia D poderão se encaminhar ao Centro de Zoonoses para imunizar os animais”, afirma o presidente da FMS, Luciano Nunes.

Neste primeiro momento foram realizadas imunizações na zona urbana, mas no dia 26 de setembro a campanha ocorre na zona rural Norte e Leste e no dia 03 de outubro na região rural Sul e Sudeste.

Fonte: Thays Teixeira e Rhauan Macedo