20 médicos cubanos chegam neste sábado ao Piauí; saiba

Vinte médicos cubanos selecionados através do Programa Mais Médicos para atuarem no Piauí chegam ao Estado hoje

Vinte médicos cubanos selecionados através do Programa Mais Médicos para atuarem no Piauí chegam ao Estado na noite de hoje. Os profissionais desembarcam no Aeroporto Petrônio Portella às 22h45. A informação é do presidente da Associação Piauiense de Municípios (APPM), Arinaldo Leal.

Os estrangeiros vão passar uma semana na capital recebendo instruções sobre a população local, principais doenças, além de conhecer o funcionamento do Sistema Único de Saúde (SUS) no Piauí.

?Os profissionais chegam no sábado e na segunda participam de uma oficina de acolhimento na sede da APPM, a partir das 9h?, informou o presidente. Nove cidades do Piauí foram escolhidas para receber os médicos. São elas: Acauã, Barras, Betânia do Piauí, Campinas do Piauí, Cocal, Morro Cabeça no Tempo, Pio IX, e São Miguel do Tapuio e Esperantina.

Arinaldo Leal disse que os prefeitos esperam a chegada dos médicos de forma tranquila. ?Conversei com vários prefeitos e todos estão tranqüilos e satisfeitos quando a chegada dos médicos. Não tive informações de rejeição.

Tudo que venha melhorar a saúde é visto com bons olhos?, declarou.

Anteontem, durante solenidade de assinatura de convenio para aquisição de ambulâncias entre o governo do Piauí e 53 municípios, o secretário de saúde, Ernani Maia, informou que a Sesapi é quem ficará encarregada da hospedagem dos médicos em Teresina.

?Recebemos o pedido do Conselho Nacional de Secretário de Saúde ? Conass ? para que garantíssemos a hospedagem dos médicos na capital antes que sigam para as cidades onde vão atuar.

Além disse daremos suporte a oficina de acolhimento que vai acontecer na APPM com organização da própria APPM e do Conselho Estadual de Secretários Municipais de Saúde ? Cosems?, explica o gestor.

A vinda dos estrangeiros ao Piauí se deve ao fato de 121 cidades do estado não terem sido escolhidas por nenhum médico na primeira fase do Mais Médicos. Foi o maior índice de rejeição no país.

O estado do Nordeste que mais receberá médicos cubanos é a Bahia (45 profissionais), seguido de Maranhão (35), Pernambuco (34), Ceará (28) e Piauí com (19). Em todo o país, 400 cubanos serão direcionados a um total de 219 localidades. Juntas, as regiões Norte e Nordeste receberão 91% desses médicos ? o equivalente a 364 profissionais.

Fonte: Ananias Ribeiro