300 Policiais Militares vão fazer segurança do Corso

300 Policiais Militares vão fazer segurança do Corso

Detalhes de como será o suporte ao Corso de Teresina já foram definidos

Uma grande estrutura está sendo montada para viabilizar conforto e segurança do folião durante o Corso do Zé Pereira de Teresina, que acontece nesse dia 02 de fevereiro. Durante reunião realizada ontem, entre vários órgãos da Prefeitura Municipal de Teresina, ficou acordado que 300 policiais militares farão a segurança do evento. A expectativa é que cerca de 120 mil pessoas participem da festa.

Além da PM, também contribuirão com a segurança do Corso mais 100 seguranças particulares e ainda agentes da Strans (Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito). Quem também priorizará o evento será o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), dispensando atenção especial ao espaço da festa, sem esquecer as utras regiões da cidade. ?Os hospitais deverão ficar atentos e à espera de possíveis chegadas de pacientes. Teremos ambulâncias para a ocasião?, disse o diretor médico do Samu, José Ivaldo de Oliveira.

Para o presidente da Fundação Monsenhor Chaves, Lázaro do Piauí, toda essa mobilização é necessária para que sejam mantidas, além da alegria e descontração características da festa, toda a segurança do folião que vai à Avenida Raul Lopes no dia 2 de fevereiro. ?Não podemos fazer sozinhos um evento do tamanho do Corso. Ele não é só da Fundação Cultural, mas de toda a capital. Por isso é importante mobilizar todos os órgãos necessários para o sucesso do evento?, pontuou.

A reunião que aconteceu ontem na Casa da Cultura teve a presença de representantes da SDU/Leste SDU/Centro, Strans, Bptrans, Comando de Policiamento da Capital, Secretaria de Meio Ambiente, Fundação Municipal de Saúde, Samu, Corpo de Bombeiros, Assistência Militar, Vigilância Sanitária, Secretaria de Comunicação e Secretaria de Saúde do Estado. Todos deverão estar envolvidos no evento.

Dentre os motivos da mudança da festa da Avenida Marechal Castelo Branco, onde aconteceu no ano passado, para a Avenida Raul Lopes, segundo Lázaro, são os acessos ao local de tráfego dos caminhões dos foliões. Na Avenida Marechal Castelo Branco, todas as ruas davam acesso à avenida, por onde passavam os caminhões. No novo espaço, serão apenas oito vias de acesso. ?No ano passado foi muito difícil controlar os veículos que entravam ou não no espaço dos caminhões. Com isso, faltou fluidez. Neste ano será diferente?, garantiu.

PM tem reforço de 148 homens

A segurança no Piauí será reforçada a partir de agora com a nomeação dos 148 novos policiais militares. Eles são os últimos aprovados no concurso de 2009 e serão destinados ao policiamento comunitário em diferentes municípios do Estado. A posse aconteceu na manhã de ontem (15), durante solenidade no Palácio de Karnak.

Os empossados são os soldados concludentes do Curso de Formação de Soldados da PM.

Os policias reforçarão as equipes do Ronda Cidadão em Teresina e no interior do estado. Além disso, viabilizarão a implantação desse projeto em municípios como Floriano e Piripiri. Estas cidades passarão a contar com o policiamento comunitário ainda no primeiro semestre deste ano.

O governador Wilson Martins disse que a nomeação aconteceu só agora porque era necessário seguir todo o processo legal, antes de empossar os aprovados. ?Infelizmente não é só fazer o concurso. Precisamos planejar a nomeação dentro da Lei de Responsabilidades Fiscais, ou seja, precisamos fazer tudo dentro da legalidade?, disse o governador.

Além do aumento no número de pessoal, o comandante da PM, coronel Gerardo Rebelo Filho, destaca o investimento em equipamento, com a substituição das 60 viaturas utilizadas atualmente, por 80 veículos novos. ?As viaturas eram alugadas e já estavam velhas. Agora, além de substituí-las por novas, ainda economizaremos, pois não precisaremos mais pagar aluguel?, pontuou.

De acordo com o governador, também está prevista a compra de motos e outros equipamentos de comunicação para os batalhões, reforçando assim o trabalho comunitário que vem sendo desenvolvido no último ano.

Fonte: Pollyanna Carvalho