IML registra oito mortes durante final de semana no PI

IML registra oito mortes durante final de semana no PI

Algumas dessas mortes são de pessoas do interio que tiveram seus corpos transportados para Teresina

Oito mortes foram registradas no Instituto Médico Legal (IML) neste fim de semana na capital piauiense. Entre os laudos de óbito estão mortes causadas por acidente em escada, homicídios por armas de fogo e também acidentes de trânsito. Algumas dessas mortes são de pessoas do interior do Estado que tiveram seus corpos transportados para Teresina e as outras são pessoas da própria capital.

Natural da cidade Porto, norte do Piauí, o senhor Francisco Alexandre de Carvalho, que era lavrador faleceu ao cair de uma escada na sua cidade. Essa foi a única morte registrada no IML por esse motivo que de certa forma é incomum, para que vive o cotidiano daquele local.

O estudante Francisco José Rocha e Silva que é de Picos, no sul do Piauí teve ser corpo encontrado nas proximidades de sua residência na referida cidade. A o laudo do IML não indicou precisamente a causa da morte. Ainda no interior do Piauí, outro cidadão perdeu a vida foi o servente, Francisco das Chagas Alves de Carvalho, que é da cidade de Piracuruca, o senhor foi morto depois de sofrer um acidente de trânsito.

As outras três mortes aferidas pelo instituto são referentes a moradores de Teresina. A cabeleireira, Noara Cristina Martins Rodrigues, que residia no Conjunto Alto da Ressurreição entrou para as estatísticas como mais uma vítima dos acidentes de trânsito no Piauí.

Mortes por armas de fogo também são frequentes na rotina daqueles que trabalham no IML, neste fim de semana, os registros do órgão apontaram que dois teresinenses tiveram suas vidas tiradas por esse motivo. Foram assassinados por armas de fogo os estudantes Pablo Herculano de Andrade, Valney Rodrigues da Silva, ambos em Teresina.

Fonte: Thays Teixeira - Jornal Meio Norte