Acidente com 7 carros mata repórter e cinegrafista da Band

Acidente com 7 carros mata repórter e cinegrafista da Band

Caminhão desgovernado atingiu 3 carros da imprensa e 3 viaturas.

Um acidente envolvendo sete veículos causou a morte de duas pessoas por volta das 6h desta sexta-feira (27) na RS-122 em Farroupilha, na Serra do Rio Grande do Sul. Segundo o Comando Rodoviário da Polícia Militar, um caminhão desgovernado atingiu três carros de veículos da imprensa e outras três viaturas da Polícia Civil em um local conhecido no estado como "curva da morte" na rodovia. As vítimas fatais são dois funcionários da Rede Bandeirantes: o repórter Enildo Paulo Pereira, 60 anos, conhecido como Paulão, que comandava o programa Polícia em Ação, e o cinegrafista Ezequiel Barbosa, 28 anos.

Os funcionários seguiam um comboio da Polícia Civil para cobrir uma operação do Departamento de Investigação do Crime Organizado (Deic) do Rio Grande do Sul quando o caminhão, que transportava uma carga de laranjas, colidiu com eles. O carro da Bandeirantes foi esmagado. Um veículo do SBT que também estava próximo ao caminhão conseguiu escapar, parando a dois metros de uma ribanceira.

De acordo com a Polícia Militar, o condutor do caminhão foi submetido ao teste do bafômetro. Não foi constatado consumo de bebida alcoólica.

Pelo menos sete pessoas ficaram feridas. Dois motoristas do Grupo RBS, Anderson Samuel Belmontte Alves e Lúcio Pereira de Moraes estão internados no Hospital de Bom Princípio, em situação estável. O repórter da Rádio Gaúcha Cid Martins apresenta o mesmo quadro, mas no Hospital São Carlos, em Farroupilha. O fotógrafo Marcelo Oliveira, do jornal Diário Gaúcho, estava na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas seria transferido para o Hospital Mãe de Deus, para realizar uma tomografia.

Segue na UPA o repórter Eduardo Torres, também do Diário Gaúcho, que passa bem. Dois policiais civis também foram atendidos no mesmo local, mas já foram liberados. Eles não foram identificados.

Fonte: G1