Acidente Salve Rainha: Sobreviventes seguem em estado grave no HUT

Os dois seguem em estado grave no Hospital de Urgência da capital.

Atualizada às 17:00

De acordo com a Companhia Independente de Trânsito de Teresina (Ciptran), no momento da colisão o velocímetro do carro conduzido por Moaci Moura da Silva Junior marcava 160 km/h. De acordo com a polícia, em alguns carros o ponteiro de velocidade pode marcar uma velocidade menor ou maior após impactos e só a perícia poderá afirmar qual era a real velocidade do veículo. 

O diretor geral do Hospital de Urgências de Teresina (HUT), Gilberto Albuquerque, atualizou, na tarde desta segunda-feira, dia 27, informações sobre o estado de saúde do jornalista Jader Damasceno e de Francisco das Chagas Júnior, dois sobreviventes do acidente na avenida Miguel Rosa ocorrido por volta das 23h de domingo que causou a morte imediata de Bruno Queiroz, idealizdor do Salve Rainha e irmão de Francisco. 

Segundo Gilberto Albuquerque, Francisco das Chagas Júnior segue em estado grave. "O Júnior foi admitido traumatizado, apresentava traumatismo craniano gravíssimo. e também teve esmagamento no membro direito. Ele foi submetido a um procedimento cirúrgico pela ortopedia. A neurologia contraindicou o procedimento cirúrgico, visto à gravidade das lesões. Ele apresenta uma lesão que a gente chama de axonal difusa semelhante a que Ayrton Senna sofreu e foi a causa do seu óbito", afirmou.

O médico explica que Jader Damasceno passará por duas cirurgias.  "O Jader tem um traumatismo craniano e também um esmagamento na perna direita, na parte mais inferior. Ele apresenta lesões torácicas bilaterais, pneumotórax traumático que surge como consequência de um trauma de tórax . A nossa equipe conseguiu estabilizar o quadro de saúde dele para o mesmo suportar a cirurgia. Então, ele será encaminhado agora para fazer as duas cirurgias torácicas e a da perna direita. O traumatismo craniano dele também não é cirúrgico", acrescentou o médico. 

O HUT enviou nota para imprensa. Confira!

Por volta da meia noite desta segunda-feira (27), os pacientes Júnior Araújo e Jader Damasceno deram entrada no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), após terem sido vítimas de um acidente de trânsito gravíssimo. Os pacientes permanecem na UTI e, por conta da fragilidade do quadro, as visitas serão restritas à família.

Júnior Araújo deu entrada no HUT aproximadamente a meia noite com quadro de fratura de fêmur e tíbia direita, luxação do tornozelo direito, além de traumatismo craniano com hemorragia cerebral e lesão axonal difusa. Até o momento, não cirúrgico. Seu quadro apontava também fraturas múltiplas de face, chegou com midríase fixa bilateral, que é quando a pupila não reage mais a estímulos. Todos os exames e procedimentos foram realizados e encontra-se na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Além de Júnior, seu amigo, Jader Damasceno também estava no mesmo acidente e deu entrada no HUT com pneumotórax bilateral por trauma toráxico e uma fratura fechada de tíbia e fíbula na perna direita e um traumatismo craniano encefálico e, até o momento, não cirúrgico. Seu quadro de saúde foi estabilizado devido à gravidade da situação, também foi encaminhado à UTI.

Jader Francisco das Chagas Júnior ( Foto à esqierda) e Damasceno ( Foto à direita)
Francisco das Chagas Júnior ( foto à esquerda) e Jader Damasceno ( foto à direita)
Veículo em que os três jovens vinham
Veículo em que os três jovens vinham

Um laudo pericial realizado após o acidente confirmou que o motorista do Corolla, identificado como Moaci, estava alcoolizado no momento do acidente, o que caracteriza "embriaguez aguda" e que por isso apresentava riscos a ele e a outros.  Ele foi solto após pagar uma fiança no valor de referente a oito salários mínimos, somando o montante de R$7.040. A audiência aconteceu na manhã desta segunda-feira (27), e autorização da soltura foi impetrada pelo juiz Arilton Rosal Falcão Junior.

O acidente

Na noite do último domingo (26), o automóvel modelo Corolla conduzido por Moacir Moura da Silva Júnior, de 27 anos, invadiu o sinal vermelho em um dos cruzamentos da Avenida Miguel Rosa em alta velocidade e bateu em um Fusca, causando a morte de Bruno Queiroz e deixando gravemente feridos Francisco das Chagas Junior, irmão de Bruno, e um amigo, o jornalista Jader Damasceno, 25 anos.

Laudo de Exame Pericial
Laudo de Exame Pericial



Moacir Júnior causou o acidente e estava embriagado
Moacir Júnior causou o acidente e estava embriagado
 Bruno Queiroz vítima fatal do acidente
Bruno Queiroz vítima fatal do acidente


Fusca onde estava as três vítimas do acidente
Fusca onde estava as três vítimas do acidente




Fonte: Portal Meio Norte