Adolescente chega ao hospital com 12 perfurações de bala e sobrevive

O médico que a atendeu contou 12 perfurações no corpo, algumas de entrada e saída

Uma menina de 14 anos foi alvejada na madrugada deste sábado, por volta das 5h30, quando voltava para casa de um baile funk. Ela estava a poucos metros de casa, próxima ao bairro Panorama, na saída de Alpinópolis (MG), quando foi baleada diversas vezes. O médico que a atendeu contou 12 perfurações no corpo, algumas de entrada e saída, o que impede a determinação imediata de quantos tiros foram dados.

Segundo a Polícia Miliar, o pai da menina ouviu os disparos e gritos de socorro, e quando foi ver o que acontecia encontrou a filha caída e ensanguentada. Ele chamou a emergência e a PM. A jovem foi levada ao hospital local, consciente mas em estado grave, e na sequência transferida para uma unidade de saúde na cidade vizinha de Passos (MG). Agora está estável, de acordo com a polícia.

O crime não teve testemunhas, pois o bairro é afastado, e a vítima, embora consciente, se recusou a dar informações para a polícia. A PM já tem suspeitos, e trabalha com as hipóteses de crime passional ou relacionado ao tráfico. No sutiã da garota, quando ela foi atendida ainda em Alpinópolis, os médicos encontraram um pacote de maconha.

A polícia suspeita do envolvimento da menina com traficantes. No dia 7, a mãe da jovem prestou queixa depois que a garota foi esfaqueada no braço por uma mulher maior de idade, após uma briga em uma boca de fumo. A briga não foi a primeira em que a menina este envolvida, segundo a PM.

Fonte: Terra