Advogado cristão causa polêmica ao propor projeto de lei que torna legal assassinar homossexuais

Grupos de direitos gays pediram que McLaughlin fosse expulso depois que ele apresentou sua proposta.

Um advogado cristão da Califórnia, EUA, propôs um projeto de lei que tornaria legal matar homossexuais.

A lei que está dando o que falar é conhecida como “Sodomite Suppression Act” (Lei de Supressão sodomita) e é de autoria de Matthew McLaughlin.

Grupos de direitos gays pediram que McLaughlin fosse expulso depois que ele apresentou sua proposta.

O projeto de lei diz que “qualquer pessoa que, voluntariamente, toque outra pessoa do mesmo sexo para fins de gratificação íntima, deve ser condenado à morte por balas na cabeça ou por qualquer outro método conveniente”.

Ainda, de acordo com a lei, isso também seria uma ofensa a campanha pelos direitos dos homossexuais, com penas de até 10 anos de prisão e uma multa equivalente a cerca de R$3.160.000.

O autor da Lei ainda justifica a proposta dizendo que “é melhor que os infratores devam morrer em vez de todos nós” para evitar “justa ira de Deus contra nós”.

Fonte: Gadoo