Suspensão: Aeroporto de Teresina começa o ano perdendo voos

A companhia aérea Gol, que opera o voo 1571 de Teresina ao Rio de Janeiro, deverá cancelar a etapa.

A capital do Piauí deve perder alguns voos importantes a partir do mês de março. Um dos exemplos é sua única ligação direta com a cidade do Rio de Janeiro.

A companhia aérea Gol, que opera o voo 1571 de Teresina ao Rio de Janeiro (Aeroporto Internacional Tom Jobim/- Galeão), deverá cancelar a etapa. O pedido da companhia já foi feito junto à Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), e o serviço deve ser extinto já no começo do referido mês.

O voo, que foi criado em feverei ro de 2010, par te atualmente no horário de 00h20 (hora local) e aterrissa na capital fluminense às 04h22 (horário de verão).

Ainda não há informações sobre os motivos do cancelamento. Outro voo que será cancelado em março é o Gol 1741, que parte de Brasília, faz escalas nas cidades maranhenses de São Luís e Imperatriz e chega à capital piauiense à 01h35, horário local. Nesse voo, apenas o trecho de Teresina será cancelado.

A última vez que Teresina sofreu cancelamento de voos ocorreu no começo de fevereiro de 2011, quando a companhia Azul Linhas Aéreas interrompeu a extensão para São Luís de seu voo Viracopos – Teresina, realizado no início da madrugada.

No entanto, posteriormente a Azul recuperou a ligação com a capital maranhense, em voo operado no período da tarde. Com o fim da ligação sem escalas, o passageiro que sai de Teresina precisará fazer conexões através de paradas em Fortaleza, Brasília, São Paulo (Guarulhos) e Belo Horizonte, por exemplo.

Isso inclui voos da Gol e de outras companhias que operam na capital piauiense. A Gol pediu também mudança de equipamento para o voo Gol 1986, que faz a rota Guarulhos – Teresina – São Luís. Atualmente, o voo é operado com aeronaves Boeing 737-800, com capacidade máxima de 187 lugares.

Depois da mudança, o avião utilizado será o 737-700, com disponibilidade para até 144 passageiros.

Fonte: Dowglas Lima