Agências não cumprem Lei de Segurança Bancária no Piauí

A Lei de Segurança Bancária já tem três anos que foi aprovada e nunca foi posta em prática como deveria", reclamou o sindicalista Paulo Roberto Poussaint

A falta de segurança nas agências bancárias e postos de atendimento avançado no Piauí continuam amedrontando quem trabalha ou precisa usar os serviços bancários.

Segundo o Sindicato dos Bancários do Piauí, nenhuma agência no Estado cumpre de forma integral a Lei de Segurança Bancária. Os sindicalistas garantem que a maioria dos itens exigidas pela lei ainda não foi implantada.

Dados do Sindicato mostram que em 2013 aconteceram 24 ocorrência, dentre assaltos, arrombamentos e explosões tanto a agências bancárias quanto a postos de atendimento avançado. Neste ano já foram 17 casos.

O último aconteceu na quarta-feira (03), na cidade de Palmeirais, quando quatro homens dinamitaram o posto de atendimento avançado do Bradesco e levaram todo o dinheiro.

Esse não é o único caso desse mês de dezembro. No dia 2 bandidos explodiram o caixa eletrônico, atiraram contra a polícia e levaram o dinheiro do caixa do Bradesco da cidade de Alto Longá.

"Enquanto não for investido em segurança será difícil mudar essa realidade. Os bancos lucram muito e o mínimo que eles deveriam fazer era cuidar da segurança, investindo em segurança privada e não apenas transferindo a responsabilidade para o poder público.

A Lei de Segurança Bancária já tem três anos que foi aprovada e nunca foi posta em prática como deveria", reclamou o sindicalista Paulo Roberto Poussaint.

Ele afirma que dentre os itens exigidos pela lei, que estão sendo cumpridos, está a o circuito de TV interno, mas falta o externo; a vigilância armada, que em alguns lugares não fica pelo período de 24 horas por dia, e os biombos.

"De acordo com a lei, deveriam ser colocadas câmeras ligadas à central de monitoramento da Polícia Militar, mas isso nunca aconteceu. Mas o bancos acabam perdendo muito por não respeitarem isso. Quando acontecem esses assaltos são levadas quantias altas de dinheiro, sem falar na insegurança que isso acarreta para população, que hoje evitar entram em bancos", pontuou.

Lei Estadual

Conforme a Lei Estadual 6168/2012, é exigido em todos os bancos a instalação de blindagem na fachada térrea e câmeras com alto poder de definição ligadas à Polícia Militar, mas o presidente do Sindicato garante que nenhum dos bancos cumpre o que determina a lei. "O Sindicato também confirmou que vai pedir ao Ministério Público do Trabalho a punição dos bancos que ainda não cumpriram essa lei na íntegra", finaliza.

Caso anterior

Em maio de 2011, a agência bancária do Banco do Brasil da cidade de Luzilândia, localizada a 234 quilômetros de Teresina, também foi assaltada. Na troca de tiros, os bandidos executaram o gerente Humberto Veloso. Dois integrantes da quadrilha também morreram durante a troca de tiros com a polícia.

Clique e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Pollyana Carvalho