Agentes de Saúde são capacitados para combate ao Aedes aegypti

Elas estão acontecendo no Teatro do Boi, nos turnos manhã e tarde.

Com o objetivo de contribuir no combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da zika, dengue e chikungunya, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) iniciou hoje (29) uma série de capacitações voltadas para os Agentes Comunitários de Saúde. Elas estão acontecendo no Teatro do Boi, nos turnos manhã e tarde.

Serão 1.527 participantes, que formaram oito turmas de aproximadamente 190 pessoas, divididas por Regional de Saúde. Os treinamentos ocorrem nos dias 29 e 30 de março e 05 e 06 de abril. “Com este curso, os agentes comunitários de saúde poderão agir como agentes de endemia, combatendo o mosquito Aedes aegypti”, explica Oriana Bezerra, gerente de Zoonoses da FMS e ministrante do curso.

O curso permitirá que os agentes comunitários de saúde estejam aptos a realizar tratamento com larvicida em recipientes que sejam focos do mosquito.  “Nós vamos capacitá-los nas ações e prevenção e atuação em vigilância à saúde com foco no controle vetorial”, afirma Oriana Bezerra.

O presidente da FMS, Francisco Pádua, pediu a colaboração da categoria na batalha contra o mosquito. “Esta luta deve ser abraçada não apenas pelos agentes de endemias, como todos os profissionais que trabalham na saúde. A Prefeitura tem realizado uma série de ações, como a Faxina nos Bairros e o uso de tecnologias como drones e o aplicativo Colab, mas é preciso muito mais para vencermos este inimigo perigoso”, disse ele. “Que este curso se reverta em um trabalho benéfico para a sociedade”, finalizou o presidente.

Fonte: Com informações da Assessoria