Água chega às residências com coloração amarelada há 15 dias na z.Leste de Teresina

Mesmo filtrando ou fervendo a água da torneira, o líquido continua com o aspecto amarelado. Segundo moradores, o problema tem causado doenças em crianças e idosos

A água que vem diretamente da torneira não serve, de fato, para ingerir, não ao menos em nosso país, em que deve se filtrar ou ferver para consumir.


No entanto, os moradores do Residencial Tabajaras, situado no Bairro Anita Ferraz, na zona Leste da capital, mesmo filtrando ou fervendo a água da torneira, esta continua a ter aspecto amarelado e ainda causa infecção intestinal em crianças e idosos.

A equipe do Jornal Meio Norte foi conferir a situação dos moradores e comprovou como estes têm driblado para utilizar a água no dia a dia. Dentre os moradores, está Teresinha Santos, dona de casa, que afirma comprar água mineral, pois a água encanada provocou mal-estar em seus cinco filhos.
“Esse problema da água barrenta sempre teve aqui na região, só que atualmente piorou, já está com uns 15 dias.

Mesmo filtrando, ainda fica suja. Todo dia o filtro tem que ser lavado e quem pode compra água mineral. Já aqueles que não podem, usam água suja mesmo. É o jeito. Meus filhos, por exemplo, todos já deram diarreia. E não é só aqui em casa, é na vizinhança toda, em criança e nos adultos também.

Espero que as autoridades cumpram o que prometem, antes das eleições. Inclusive, a água tratada e outras tantas coisas. Até agora não vimos nenhuma melhora, pelo contrário”, desabafa Teresinha Santos.

Já a estudante Maria Graciele confessa que sua mãe colocou tecido de algodão em todas as torneiras na casa, para melhor coar o barro contido na água.

“Minha mãe colocou um pano na torneira para coar a água do barro. Já faz quase um mês. A gente pensa que é água diretamente do rio, sem tratamento. Melhorou um pouco, quando ela colocou os panos”, destaca a estudante.

Em nota, a Agespisa explica a alteração na cor da água fornecida aos moradores do Residencial Tabajaras. Após interrupções no abastecimento, os sedimentos depositados nas tubulações foram arrastados e provocaram a mudança na coloração do produto. Mesmo assim, a empresa vai enviar uma equipe ao local para verificar a situação e tomar as providências necessárias.

Para mais informações e reclamações de vazamentos e falta de água, os usuários podem ligar 0800 086 8888. O serviço funciona 24 horas, inclusive nos feriados. A ligação é gratuita também de telefones celulares.

 

Fonte: Virgínia Santos e Márcia Gabriele