Aguapés são retirados próximo ao encontro dos rios e comerciantes comemoram ação

Aguapés são retirados próximo ao encontro dos rios e comerciantes comemoram ação

Excesso de plantas prejudicava a visão dos turistas que visitavam o parque ambiental no Poty Velho

Reflexo da poluição dos rios causada pela ação do homem, os aguapés presentes no Rio Poti não são mais nenhuma novidade para quem o observa. Nos períodos de B-R-O-BRÓ é comum a aglomeração ainda maior das plantas. No Parque Ambiental Encontro dos Rios, o acúmulo das plantas atrapalha o visual do encontro das águas do Rio Poti e Parnaíba, na zona norte de Teresina. Os aguapés causam preocupação não só por 'enfeiar' o rio, mas por acabar prejudicando a vida de outros seres aquáticos com o excesso das plantas.

Para diminuir a incidência dessas plantas próximo ao ponto turístico, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente – SEMAN, solicitou que uma equipe de Segurança Aquática fizesse a limpeza das margens dos rios e, através de cordas colocadas no leito do rio, impedisse que as plantas chegasse até o Encontro dos Rios.

Com o trabalho da equipe, a expectativa é de que as plantas não se aproximem do ponto turístico em um perímetro de 300 metros. Em outra ação a equipe realizou a limpeza do rio, fazendo o desgarramento das plantas e fazendo com que a correnteza as levasse.

A ação foi comemorada pelos comerciantes que dependem do turismo no Parque Ambiental Encontro dos Rios: “Os turistas reclamavam de vir até aqui e ter a visão prejudicada por causa das plantas. Com a limpeza, eles podem ficar tranquilos e nós venderemos mais”, declarou Francisco das Chagas.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Victor Costa