Aguapés voltam a invadir rio Poty

Ambientalistas pedem providências do poder público para retirar o lixo e esgoto que desaguam no Poty.

CONFIRA A REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO DESTA QUARTA-FEIRA (22) DO JORNAL MEIO NORTE

Por: Olegário Borges

Mais uma vez o rio Poty está repleto de aguapés. A planta é sinal evidente de polução e não deveria aparecer nesta época do ano, visto que as chuvas aumentam a correnteza do rio e afastam o vegetal. Entretanto, a presença de aguapés denotam a sujeira causada por galerias e bocas de lobo que despejam lixo comum, dejetos hospitalares e insumos industriais nas margens de um rio fragilizado que possui a fauna aquática severamente prejudicada pela sujeira. Ambientalistas pedem providências do poder público para retirar o lixo e esgoto que desaguam no Poty.

A ambientalista Tânia Martins alerta que a população deve fazer sua parte contra a poluição, mas a maior responsabilidade é do poder público, que deveria adotar medidas urgentes para conter a poluição. "O rio Poty como um todo está passando por uma degradação incomum. Se demorar, perderemos o rio. E a tendência é que demore mesmo, pois o saneamento básico é caro e carece de investimento político. Nunca a qualidade de vida da fauna e flora foi prioridade para quem está no poder. Precisamos de um planejamento e ações efetivas para este lixo que é jogado irresponsavelmente no rio. E urgente, pois o rio está precisando", conta a ambientalista.

Fonte: Olegário Borges