Aids: Transmissão ainda ocorre por descuido da mãe

Aids: Transmissão ainda ocorre por descuido da mãe

A transmissão vertical do HIV pode ser evitada durante o período pré-natal

Muitas crianças de mães portadoras de doenças como Aids e sífilis ainda estão sendo infectadas durante a gestação, em Teresina. O principal motivo da transmissão vertical, aquela que ocorre de mãe para filho, segundo a gerente de epidemiologia da Fundação Municipal de Saúde, Amparo Salmito, é a falta de cuidados da mãe na época da gravidez.

"Existem formas de evitar a transmissão destas doenças, mas a mãe acaba não tomando os cuidados necessários e, por isso, ainda temos um número significativo desse tipo de transmissão.

Por outro lado existem doenças que praticamente não têm sido mais transmitidas de mãe para filho, isso prova que é possível evitar", pontuou Salmito.

Ela acrescentou que a questão da sífilis tem preocupado mais por causa da mudança no calendário de vacina, com a inclusão de mais duas vacinas.

A transmissão vertical do HIV pode ser evitada durante o período pré-natal.

A gestante deve tomar conhecimento de seu estado o mais cedo possível, para que faça uso adequado de medicamentos antirretrovirais durante a gravidez.

Os maiores riscos de contaminação acontecem durante o parto e a amamentação. Conforme determinação do Governo Federal, a criança terá direito a receber gratuitamente uma fórmula láctea infantil até, pelo menos, completar seis meses de idade.

Como uma das medidas usadas para evitar estes casos, a FMS realiza o treinamento para médicos pediatras e do Programa Saúde da Família, que acontece durante toda essa semana.

"Esse treinamento é necessário para estimular cuidados médicos com mães e bebês, que precisam de atenção especial. Temos realizado trabalhos nessa área e isso tem diminuído o número de transmissões, mas precisamos treinar estes médicos para que eles estejam cada dia mais preparados para lidar com estes casos", disse.

O treinamento está acontecendo no Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela (IDTNP), até o dia 31 de agosto. Ele tem início às 18 horas. Serão ministradas palestras com os seguintes temas:

"A gestante com HIV e transmissão vertical" , "Manejo da criança exposta ao HIV", "Sífilis na Gravidez", "Sífilis Congênita", "Hepatite B, Gestação e Transmissão vertical", "Toxoplasmose na gestação", "Imunização da criança e do adolescente", "Imunização da criança com imunossupressão", "Rubéola Congênita" e "Toxoplasmose Congênita".

Fonte: Pollyanna Carvalho