Alagados temem saqueadores no MA

Famílias se recusam a sair de casa. Temem a ação de saqueadores

Os rios que cortam o estado do Maranhão continuam subindo. A notícia boa é que foi liberada a principal ligação entre as regiões Norte e Nordeste.

A BR-316 ficou fechada durante 14 dias por causa de uma cratera. A situação mais preocupante é nas cidades banhadas pelo Mearim. Em Bacabal, ele atingiu quase nove metros. ?Dormi sem água e acordei com o pé dentro dela?, conta Janaína, moradora da cidade.

Famílias se recusam a sair de casa. Temem a ação de saqueadores. ?Se eu sair daqui, alguém pode chegar, arrebentar um portão desse, invadir e levar as coisas?, alerta o autônomo Isidoro Alves.

Muita gente no Maranhão não tem dinheiro para construir uma casa com tijolos, cimento e areia. O jeito é aproveitar o que a natureza oferece. As moradias são feitas de barro e também com a madeira tirada de árvores da região. O problema é que, com tanta umidade, as casas já estão se desmanchando.

Mesmo com o risco de tudo vir a baixo, o pescador Francisco Raimundo da Silva prefere ficar. ?Isso aqui é meu lar?, ele afirma.

Uma mulher e o bebê quase caíram na correnteza. ?Tenho medo, mas tem que enfrentar esta correnteza para poder levar a criança para o médico", ela lamenta.

Fonte: Imirante, www.imirante.com.br