Alguns temperos tem funções terapéuticas

É claro que estes temperos não substituem remédios

Alguns temperos tem funções terapéuticas. Confira cada um deles

Além de realçar o sabor dos alimentos alguns temperos tem ainda a função de possuir propriedades terapêuticas.

Para divulgar estas propriedades o INBRAVISA - Instituto Brasileiro de Auditoria em Vigilância Sanitária (www.inbravisa.com.br), selecionou as principais proriedades de vários temperos amplamente utilizados na preparação de alimentos

É claro que estes temperos não substituem remédios nem tão pouco a atenção médica , mas mesmo assim vale conferir um pouco mais sobre estas proriedades

ALECRIM: É um bom ajudante no controle da pressão alta. Seu óleo é eficaz para dores musculares e seu chá alivia dores de cabeça;

CEBOLINHA: Tem propriedades de baixar a pressão sangüínea;

COENTRO: Tem propriedade de aliviar problemas digestivos;

ERVA DOCE: Tem efeito calmante, diurético, antiasmático e digestivo. Se tomado na fase da amamentação pode estimular o aumento da produção de leite;

HORTELÂ: Auxilia na digestão e a calma lém disso, suas folhas quando mascadas aliviam e refrescam o hálito;

LOURO: Tem propriedade de aliviar os gases digestivos;

MANJERICÂO: É diurético, digestivo, fortificante e antigripal.

ORÉGANO: Suas folhas são digestivas e descongestionantes;

SALSA: são ricas e boas fontes de Vitamina C. Além disto possui grande quantidade de bioflavonóides substâncias anticancerígenas e diuréticas;

SALVIA: Seu chá é usado como digestivo e como líquido para bochechos e gargarejos, agindo contra gengivites, aftas e inflamações na garganta;

TOMILHO: É uma das ervas favoritas na culinária italiana. Seu chá é bom para aliviar distúrbios intestinais e em gargarejos contra inflamações da garganta, bem como em xaropes para tratamentos de tosses e congestões respiratórias.

Gerencia de Comunicações INBRAVISA

Fonte: maxpress