Anatel vai avaliar a velocidade da internet banda larga no Piauí

Razão de insatisfação da maioria dos clientes, a velocidade da internet banda larga vai ser analisada pela Anatel

A internet banda larga de Teresina é motivo de reclamação na cidade, há muito tempo. Para avaliar a qualidade desta internet, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) deu início nesta semana ao processo de mediação da velocidade da banda larga que vem sendo oferecida aos brasileiros.

Segundo a estudante de mestrado Wilma Carvalho,a sua internet é banda larga e deixa muito a desejar. Ela conta que hoje usa mais para pesquisas voltada para sua pós-graduação, pois não consegue fazer muitas coisa além disso, por causa da velocidade. ?Minha internet raramente está na velocidade de 600 kb, que foi o que eu comprei. Ela fica muito lenta. Não consigo mais fazer dowloads de vídeos, só de documentos. Já liguei várias vezes para reclamar, eles me dão alguma desculpa e nunca resolvem o problema?, reclama.

Atualmente, a velocidade média entregue aos usuários fica em torno de 10% da contratada pelos consumidores. Com esse percentual deverá aumentar.

Segundo regras do regulamento de qualidade de comunicação multimídia, aprovado pela Anatel no ano passado e que começam a valer em outubro, as operadoras com mais de 50 mil usuários demais de 50 mil usuários deverão entregar, e média, por mês, uma velocidade anunciada. Esses percentuais deverão aumentar a cada ano, até chegar, em 2014, à média mensal de 80% da velocidade contratada.

Os primeiros resultados da mediação poderão ser conhecidos em dezembro. Os usuários de internet fixa que quiserem participar da mediação, já podem se inscrever, por meio do site www.brasilbandalarga.com.br. Serão selecionados 12 mil voluntários de todo país. A mediação será feita por meio de entidade aferidora selecionada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Fonte: Pollyana Carvalho