Ao iniciar atividades, ZPE de Parnaíba irá gerar 3 mil empregos

No primeiro momento, a maioria dos postos de trabalho será no campo

Ser uma zona de livre comércio com o mundo e gerar empregos. São esses os principais objetivos da Zona de Processamento de Exportação (ZPE) de Parnaíba, que entra em sua fase final de implantação. Encarado como um dos projetos âncoras de desenvolvimento do estado, a ZPE Parnaíba já se prepara para iniciar as exportações até o mês de julho.

Com o início das atividades, cerca de três mil empregos indiretos serão gerados. No primeiro momento, a maioria dos postos de trabalho será no campo. “Com a empresa especializada na industrialização e exportação de cera de carnaúba, que está se instalando, o impacto maior não será na indústria, mas no campo, onde se encontra a matéria prima que a empresa necessita”, atenta o governador Wellington Dias.

Até a total conclusão da Zona, muitas outras vagas de emprego irão surgir. É o que destaca o presidente da ZPE, Paulo Cardoso. “A indústria é e sempre será a maior empregadora de mão de obra, então estamos falando de uma grande quantidade de postos de trabalho. Com a ZPE em desenvolvimento, a projeção de empregos vai aumentar. Temos, por exemplo, o interesse de empresas do ramo de calçados, que é uma área que emprega bastante no estado”, explica.

ZPE Parnaíba está em fase final de conclusão.
ZPE Parnaíba está em fase final de conclusão.

O presidente acrescenta que a arrecadação de impostos não é uma preocupação. “Quando o governo criou o projeto, uma única questão foi pensada: o desenvolvimento do estado. E isso acontecerá a curto, médio e longo prazo. O que precisamos é continuar trabalhando com seriedade, mostrando aos empresários que o Piauí tem esse perfil e que a ZPE é uma oportunidade de negócio em meio à crise que vivemos”, ressalta.

Além da geração de emprego e renda, a população também será beneficiada com o sistema de tratamento de água, que irá abastecer três comunidades da região que não usufruem de água encanada. Com o projeto finalizado e o funcionamento da Estação de Tratamento de Água (ETA), cerca de 4 mil famílias passarão a receber água potável.

Os investimentos na implantação do sistema de tratamento e abastecimento d’água da ZPE Parnaíba foram autorizados pelo governador Wellington Dias. Faz parte da estrutura, uma caixa d’água com capacidade para 350 metros cúbicos de água, que equivale a 3.500 litros d’água para atendimento à ZPE e às comunidades; e outra caixa d’água de 40 metros cúbicos de água, equivalente a 40 mil litros d’água, que abastecerá exclusivamente o parque industrial da ZPE.


Fonte: Ccom