Apipa quer construir centro de castração de animais em Teresina

Infelizmente, ainda é comum ver pelas ruas de Teresina, principalmente em bairros carentes, cães e gatos abandonados e com sinais de maus-tratos

Infelizmente, ainda é comum ver pelas ruas de Teresina, principalmente em bairros carentes, cães e gatos abandonados e com sinais de maus-tratos.

Visando reduzir e, até mesmo, eliminar de vez essa população de animais domésticos pelas ruas, a Associação Piauiense de Proteção e Amor aos Animais (APIPA) tem buscado recursos financeiros, através de doações, para a construção de um centro de castração de animais domésticos.

O centro garantirá o controle populacional dos pets e a redução do abandono, o mais comum dos tipos de maus-tratos registrados, o que é crime previsto pela Lei 9.605/98, no artigo 32. A iniciativa partiu dos voluntários que desenvolvem ações em função da Apipa.

E desde o ano passado, que estes têm se mobilizado com arrecadação de fundos para o centro de castração, que pretende realizar em torno de 50 castrações por semana.

O valor desta obra está estimado em aproximadamente R$ 50 mil e conta com o apoio de empresários, autoridades e a própria população.

Dente eles está Daniela Ramos, vice-presidente da Apipa, que garante que o foco é castrar os animais domésticos de famílias carentes, evitando o abandono de filhotes. "A ideia surgiu da necessidade de eliminar das ruas, através da castração, aquela população de cães e gatos oriundos de famílias carentes.

Geralmente são animais sem raças definidas, que infelizmente a procura pela adoção é bem menor. O abandono se dá porque esses animais procriam em grande volume e, muitas vezes, as pessoas não têm a quem dar e nem tem como criá-los, essa é a única saída que eles encontram", explica Daniela Ramos.

A vice-presidente da Apipa afirma que o centro de castração, que será construído, apesar de ser voltado para famílias de baixa renda, não será totalmente gratuito, mas será cobrado apenas um valor simbólico pelo trabalho.

"O objetivo não é castrar de maneira totalmente gratuita, mas sim a baixo custo. Porque as clínicas particulares têm feito esse trabalho com valores bem elevados, no valor mínimo de R$ 250, chegando a custar até R$ 700.

Já o futuro centro de castração da Apipa será cobrado um o valor simbólico, que ajudará na manutenção do centro, na compra de materiais usados na cirurgia", garante Daniela Ramos.

Segundo Roseli Klein, médica veterinária, com a castração, há ganhos significativos tanto para os animais domésticos, quanto para a própria sociedade em geral.

 

Fonte: Jornal Meio Norte