Aplicativo dificulta a atuação de mototaxistas clandestinos em THE

Clandestinos têm realizado assaltos na capital

São cada vez mais comuns os relatos de pessoas que foram assaltadas por mototaxistas clandestinos em Teresina. O sindicato da categoria faz um alerta para que os passageiros evitem mototaxistas que não sejam cadastrados pela Strans. O aplicativo está disponível nas versões  Motootaxi AndroidMotootaxi iPhone.

De acordo com o presidente do sindicato, Ricardo Costa, os bandidos usam coletes semelhantes aos usados pelos profissionais registrados e abordam as pessoas nas ruas da capital. 

“Acontece muito. O elemento sai da cadeia, bota um colete de mototaxi, pega qualquer moto fica abordando a população na rua, assaltando”, afirmou. 

Uma das vítimas do crime, que preferiu não identificada, relatou como foi a ação em que foi assaltada por um mototaxista clandestino. 

“Eu ia indo ao Centro e, de repente, esse moço parou ao meu lado, em uma moto preta e com o colete de mototaxista, me abordou e levou minha bolsa”, disse. 

Uma nova ferramenta deve dificultar a atuação desses criminosos, o aplicativo MotooTaxi registra todas as informações dos mototaxistas credenciados, além fornecer informações como localização e trajetos. 

“O passageiro tem a segurança que vai chamar pelo aplicativo um profissional, primeiro que é registrado pelo Strans, tem autorização da Prefeitura para ser um profissional da área, e segundo é que nós temos o acompanhamento via GPS de qualquer movimentação, tanto do passageiro, quanto do taxista ou mototaxista. Então, o passageiro vai ter total segurança que ele vai receber o serviço de um profissional qualificado”, explicou o coordenador do aplicativo, Daniel Guimarães. 

Assaltos feitos por mototaxistas clandestinos são comuns em Teresina (Crédito: Reprodução)
Assaltos feitos por mototaxistas clandestinos são comuns em Teresina (Crédito: Reprodução)




Fonte: Portal Meio Norte