Criança de 8 anos fica ferida na orelha e no couro cabeludo em acidente com roda gigante

O pai da criança, o vendedor Júnior César, de 31 anos, conta que o cabelo da filha enroscou em uma peça de sustentação da cadeira do brinquedo.

Em um acidente numa roda gigante infantil, instalada em um parque em Jaru (RO), uma menina de 8 anos ficou com graves ferimentos no couro cabeludo e também na orelha direita. O local do ocorrido fica a 290 quilômetros de Porto Velho, o fato ocorreu na noite de quarta-feira, 22.

O pai da criança, o vendedor Júnior César, de 31 anos, conta que o cabelo da filha enroscou em uma peça de sustentação da cadeira do brinquedo. De acordo com o Corpo de Bombeiros do município, o parque foi vistoriado e está com documentação regular para funcionamento.

O vendedor conta que foi ao parque na companhia das filhas de 10 e 8 anos. As duas entraram juntas na roda gigante, quando no terceiro giro do brinquedo, a filha caçula começou a gritou dizendo que o cabelo cabelo estava preso na roda gigante.



“Quando percebi a situação, chamei o operador, que desligou o brinquedo. Pra tirar minha filha de lá tive que cortar uma mecha do cabelo dela com uma faca. Foi muito desesperador a situação”, relatou.

Após desprender o cabelo da filha do brinquedo, o pai disse que a levou de carro ao Hospital Municipal de Jaru, pois a menina sangrava muito. “Ela teve um corte na orelha e perdeu parte do couro cabeludo. Ao todo minha filha levou mais de 15 pontos”, conta o vendedor.

Júnior Cesar registrou um boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia Civil de Jaru. Ele espera que medidas sejam tomadas para evitar que outras crianças se machuquem no local. “A equipe do parque não tem nenhum preparo em situações como essas. Os brinquedos estão em situação precária”, denunciou.

De acordo com o Corpo de Bombeiros de Jaru, órgão responsável pela vistoria estrutural e elétrica do local, o parque foi vistoriado há cerca de uma semana, logo que se instalou na cidade. Os documentos exigidos para funcionamento, como o laudo de engenharia, estão regulares, segundo os bombeiros.

O G1 tentou contato com os responsáveis pela administração do parque, mas não obteve retorno.

Clique aqui e curta a página do meionorte.com no Facebook

Fonte: G1