Após Assembleia, médicos do Piauí decidem paralisar por 3 dias

A paralisação é motivada pelo não cumprimento da carreira médica

Os médicos servidores do Estado do Piauí decidiram em assembleia geral realizada na terça-feira (26) na sede do SIMEPI, por paralisar suas atividades durante três dias.

A paralisação de advertência foi motivada pelo não cumprimento da progressão da carreira médica desde 2010, benefício que está previsto em lei e que oferece ao médico mudança de nível de acordo com tempo de serviço e títulos adquiridos.

Nos dias 1,2 e 3 de junho apenas os casos de urgência e emergência serão atendidos, as consultas e cirurgias previamente agendadas serão remarcadas.

Os médicos vão se concentrar no dia 01/06 a partir das 7h30min em frente ao ambulatório azul do Hospital Getúlio Vargas (HGV).

HOSPITAIS DO ESTADO EM TERESINA:

HOSPITAL GETÚLIO VARGAS – HGV

MATERNIDADE EVANGELINA ROSA

HOSPITAL INFANTIL LUCIDIO PORTELA - HILP

INSTITUTO DE DOENÇAS TROPICAIS NATAN PORTELA

USB DO MOCAMBINHO

HOSPITAL AREOLINO DE ABREU

HOSPITAL DIRCEU ARCOVERDE- HPM

HOSPITAIS ESTADUAIS NOS MUNICÍPIOS:

CANTO DO BURITI

HOSP. LOCAL DOMINGOS CHAVES

CORRENTE

HOSP. REG. JOÃO PACHECO CAVALCANTE

CURIMATÁ

HOSP. LOCAL JÚLIO BORGES DE MACEDO

ELESBÃO VELOSO

HOSP. EST. NORBERTO MOURA

ESPERANTINA

HOSP. LOCAL JULIO HARTMAN

LUZILÂNDIA

HOSPITAL LOCAL GERSON CASTELO BRANCO

PARNAÍBA

HOSP. EST. DIRCEU ARCOVERDE

SÃO MIGUEL DO TAPUIO

HOSP. LOCAL JÚLIO BORGES DE MACEDO

SIMPLICIO MENDES

HOSP. LOCAL JOSÉ DE MOURA FÉ


Fonte: Assessoria