Após Bolsonaro criticar, MEC tira do ar vídeo sobre educação sexual

O vídeo ensina a reconhecer e superar os preconceitos

O Ministério da Educação tirou do ar um vídeo sobre educação sexual. A aula sobre diversidade estava hospedada no Portal do Professor desde março de 2010 e voltou a ser compartilhada nas redes sociais após a publicação de uma gravação do deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ).

Image title

O deputado denuncia uma falsa cartilha do ministério. Ele diz que a pasta estimula crianças com idade entre 9 e 10 anos a fazer sexo. O vídeo, que estava hospedado na página do ministério, ensina a reconhecer e superar os preconceitos.

A pasta explica que o vídeo ensina a perceber "que o respeito à livre orientação sexual merece e deve ter a mesma atenção e cuidado dado a outras formas de discriminação, como o racismo e o sexismo”.

Acrescenta também que o aluno poderá aprender a “expandir a 'cultura de direitos' que deve permear a sociedade brasileira, visando o desenvolvimento livre e saudável da pessoa humana”.

Fonte: Com informações do Brasil Post