Após nova hemodiálise, estado de Pedro melhora, mas médicos impedem tranferência

Após nova hemodiálise, estado de Pedro melhora, mas médicos impedem tranferência

Os resultados dos exames de sangue e raio-x mostraram que o inchaço no cérebro de Pedro permaneceu sem alterações.

A transferência do cantor Pedro Leonardo Dantas da Costa, 24 anos, filho de Leonardo, foi adiada para esta quinta-feira (26). A decisão foi tomada pela equipe do IOG (Instituto Ortopédico de Goiânia), onde o cantor está internado. De acordo com Wandervan Azevedo, diretor técnico do hospital, e chefe da UTI, os rins do paciente ainda não funcionam adequadamente, o que já era esperado. Por isso, Pedro deve passar por uma nova sessão de hemodiálise nesta quarta-feira (25), com previsão de oito horas de duração. Assim como aconteceu nesta terça-feira, a sessão está marcada para começar por volta das 8h.

O médico afirmou ainda que concorda com a decisão da família em transferir o paciente para São Paulo, e que estão trabalhando para que isso ocorra o mais rápido possível, mas uma bateria de exames realizada na noite de terça-feira mostrou que este não é o melhor momento. "Nós concordamos com a escolha familiar, e nosso esforço é para que ele seja levado amanhã (26). Hoje não dá", reafirmou Azevedo.

Pedro fez uma primeira sessão de hemodiálise nesta terça-feira, que também durou oito horas. O diretor da UTI do IOG, Wandervan Azevedo, e a neurologista Edilene Guiotti, informaram que a hemodiálise é um "procedimento comum" nesses casos, e que Pedro não apresenta febre nem hipotermia, mas que "neurologicamente o quadro é extremamente grave".

A suspensão dos medicamentos vem sendo feita aos poucos e, de acordo com Edilene, a equipe médica está monitorando como o cérebro de Pedro irá reagir. Ainda não há um diagnóstico preciso se o cantor terá problemas de fala ou motor. "O cérebro é um órgão dinâmico e hipersensível, ele [Pedro] pode acordar ou não reagir", explicou a neurologista.

Os resultados dos exames de sangue e raio-x mostraram que o inchaço no cérebro de Pedro, que tinha diminuído na segunda-feira (23), permaneceu sem alterações. O cantor ainda está sob sedação profunda, respira com ajuda de aparelhos e recebe remédios para controlar a pressão arterial.

Apesar da discreta melhora do edema cerebral, o estado de saúde de Pedro ainda é considerado grave. O cantor Leonardo falou nesta terça sobre a pequena melhora de Pedro. "Não foi a melhora que a gente queria, mas só de ter uma melhora de pouco a pouco, assim ele vai voltando para nós, aquele menino alegre que todo mundo conhece. Ele é só alegria."

Fonte: UOL