Aprovados em primeira chamada do Sisutec têm até sexta para matrícula

Candidatos devem levar documentos à instituição que oferece a vaga.

Os candidatos aprovados na primeira chamada do Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec) têm entre esta quarta-feira (30) e a sexta-feira (1º) para fazer a matrícula e garantir a vaga em cursos técnicos gratuitos oferecidos pelo sistema.

A matrícula deve ser feita na própria instituição onde os aprovados farão o curso.

A segunda chamada vai ser divulgada em 5 de agosto. O início das aulas ocorre entre os dias 18 de agosto e 15 de setembro.

Maioria das vagas no ensino privado

No total, a edição deste semestre oferece 247.888 vagas em instituições privadas (IES e escolas técnicas); 10.457 em escolhas públicas (institutos federais, escolas técnicas vinculadas às universidades federais e escolas estaduais e municipais) e 30.996 no Sistema S (Senai e Senac). Todos os cursos, porém, são gratuitos.

Segundo o MEC, 85% das vagas do Sisutec são destinadas a candidatos que cursaram o ensino médio na rede pública ou na rede privada na condição de bolsistas. Apenas estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2013 puderam fazer inscrição no site.

Neste semestre há vagas para o Sisutec em todos os estados brasileiros, sendo que a maior parte está concentrada em São Paulo (79.274 vagas), em Minas Gerais (40.112) e no Rio Grande do Sul (20.527).

Os principais cursos técnicos ofertados nesta edição são técnico em logística (40.712 vagas), em segurança do trabalho (29.397), em enfermagem (25.557), em informática (21.819) e em edificações (9.171).

Sobre o sistema

O Sisutec reúne vagas para cursos de ensino técnico tanto na rede pública quanto na privada. No caso da rede particular, se contemplado, o aluno terá bolsa de estudo. A seleção é feita a partir do desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013. Para concorrer, o aluno não pode ter tirado zero na redação.

Entre as vagas oferecidas nesta seleção, 85% serão destinadas para estudantes que, independentemente de renda per capita familiar, tenham cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou em instituições privadas, na condição de bolsista integral.

Além disso, metade dessas vagas serão reservadas para alunos com renda per capita de até 1,5 salário mínimo. Mas, para ocupar uma dessas vagas, não é permitido que o aluno continue matriculado em outro curso técnico de nível médio ou superior, ou curso de graduação, em instituições públicas ou privadas como bolsista.

O Sisutec tem um modelo parecido ao do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), usado pelo MEC para selecionar alunos para vagas em cursos de graduação. Pela internet, os estudantes que fizeram o Enem usam seus dados do exame (número de inscrição e senha) para se inscreverem no sistema. Lá, poderão escolher até duas opções de cursos, dentro das modalidades de concorrência (ampla concorrência ou pelas cotas).

Fonte: G1