Arrecadadas 7 toneladas de lixo eletrônico na campanha Eletrolixo

Este material dá vida aos cursos de robótica livre

Em tempos em que a tecnologia está em constante reinvenção, o lixo eletrônico é um problema sério. Pensando nesta questão global, o Rotary Clube de Teresina-Fátima realiza a campanha Eletrolixo, com o tema “do bem que você se desfaz a gente faz o bem”. A ação beneficia o projeto Movimento pela Paz na Periferia (MP3) e já arrecadou sete toneladas de material.

A campanha consiste na arrecadação de componentes eletrônicos, que estão em equipamentos de informática e entretenimento que não funcionam mais. Poderão ser doados televisões, videogames, celulares, cabos, computadores, baterias e todo o material eletrônico que as pessoas têm em casa mas não sabem qual o destino correto. As pessoas podem doar material até o dia 22 de outubro, na Alemanha Veículos, Canadá Veículos, Via Paris, Japan Veículos, sede do MP3 e em todas as repartições públicas do Piauí.

Este material dá vida aos cursos de robótica livre, montagem e manutenção de computador, informática básica e eletrônica de reparo. “Nós fazemos testes com os materiais para recondicioná-los para o uso. Separamos as placas, que ficam dentro dos equipamentos, além do cobre, fio e componentes que possam ser reutilizados. Daí retiramos recursos para financiar os cursos ministrados e para garantir o funcionamento do MP3”, explica Adriano Alencar, técnico de recondicionamento do projeto.

Image title

Esta ação do Rotary conta com patrocínio do Governo do Estado do Piauí e da Prefeitura Municipal de Teresina, além da promoção do Sistema Meio Norte de Comunicação. Todo esse trabalho beneficia cerca de 1.200 pessoas. “Nossa meta é aumentar esse número para 4.800 beneficiados. Queremos reativar nossas ações no Jacinta Andrade e Promorar”, explica Francisco Jr., coordenador do projeto.

O MP3 já possui 11 anos de história. E já formou profissionais que atuam no mercado. Maria Francisca, de 21 anos, é uma delas, e hoje atua como voluntária do projeto. “É gratificante participar. Aqui nós fazemos nossa parte para ajudar os jovens a sair do mundo das drogas e ter uma vida digna”, considera a moça.

“O Rotary Clube Teresina Fátima é feito só por mulheres. Hoje somos 52. E esse já é o segundo ano que fazemos essa ação. Na última campanha, que foi apenas um dia de coleta, nós arrecadamos seis toneladas. Agora nós estamos com uma campanha maior, com três dias no Shopping e mais 20 dias em postos espalhados pela cidade.

Queremos chegar a 40 toneladas”, explica Eleonora Sampaio Fernandes, presidente da comissão de projetos humanitários do clube.

O Rotary muda vidas com sua importante contribuição à sociedade. “Esta campanha tem como objetivo elucidar as pessoas sobre o destino do lixo eletrônico e mudar realidades. Vamos beneficiar o MP3 porque eles ajudam pessoas carentes, o que é importante para a inclusão digital. Estamos fazendo bem a quem precisa”, complementa Eleonora.

Image title


Fonte: Pollyana Carvalho e Lucrécio Arrais